Governo retoma programa e lança a primeira fase do Bolsa Atleta

Programa passa a beneficiar quatro categorias e inscrições têm início a partir do dia 1º de agosto

0
Valor pago por bolsa da categoria Atleta Estudantil, que é para atletas de 12 a 16 anos, foi aumentado de R$ 500 para R$ 600 - Foto por: $fld.get("image_credits").getValue().trim()

O Governo de Mato Grosso vai lançar nesta quarta-feira (22.07) a primeira fase do programa “Bolsa Atleta”, que foi retomado pela atual gestão. Nessa nova fase, o governo ampliou o número de atletas contemplados e de categorias.

“Nosso objetivo é incentivar o esporte no Estado, fazendo com que os atletas de alto nível possam competir e também que os iniciantes tenham oportunidades de se manterem na prática esportiva”, destacou o governador Mauro Mendes.

O lançamento, que ocorre às 14h desta quarta-feira (via live nas redes sociais), contará com a participação da secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Fabiula Molina, do presidente da Federação de Desportos Aquáticos de Mato Grosso, Harvey Brizola, presidente do Conselho Estadual do Desporto, Edson Luiz Manfrin, presidente do Conselho Regional de Educação Física, Carlos Alberto Eilert, além dos atletas Wendel Jerônimo, Davi Moura e Vicente Lenilson.

De acordo com o secretário de Cultura e Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto Dois a Um, com a reformulação, o bolsa atleta passará a contar não apenas com as categorias “Estudantil” e “Nacional”, mas também com a “Bolsa Atleta Base” e “Olímpica”.

Segundo Beto, todo o processo de reformulação desse programa foi realizado pelo ex-secretário e atual deputado estadual Allan Kardec e pelo secretário adjunto Jefferson Carvalho Neves. “A equipe da Secel, comandada pelo ex-secretário Allan, trabalhou nesse programa que vamos retomar amanhã, de forma a contemplar o maior número possível de atletas e, assim, incentivas a prática esportiva, valorizando o esporte no nosso Estado”, ressaltou.

Com a reformulação, o valor pago por bolsa da categoria Atleta Estudantil, que é para atletas de 12 a 16 anos, foi aumentado de R$ 500 para R$ 600, sendo disponibilizado 50 bolsas.  Na categoria Atleta Nacional passou de R$ 800 para R$ 900, para contemplar mais 60 bolsas.

As outras duas categorias criadas pelo governo foram para “Atleta de Base”, que irá contemplar  aqueles atletas que obtiveram resultados positivos na etapa brasileira dos Jogos Escolares da Juventude e nos campeonatos estaduais escolares, de acordo com as regras estabelecidas no programa. Para essa modalidade, serão 110 bolsas no valor de R$ 250.

Já a categoria “Atleta Internacional Olímpico”, irá contemplar 20 bolsas para quem obtiver colocações em competições internacionais estabelecidas no programa. Nessa modalidade, o atleta irá receber o valor de R$ 1,6 mil.

“Nosso maior objetivo é colaborar com o crescimento e desenvolvimento do esporte no Estado. Esses valores irão auxiliar os bolsistas na aquisição de equipamentos, pagamento  de custos com viagens e até em alimentação. Esse é o papel do Estado, o de fomentar a prática do esporte e fazer com que as pessoas tenham acesso a esse tipo de benefício”, afirmou o secretário.

Beto ainda lembrou que a segunda fase do programa está em conclusão e deverá contemplar a “Bolsa Técnico” e categoria “Prêmio MT Olímpico”. “Logo isso será formalizado e poderemos startar a nova fase do programa”, frisou.

As inscrições serão realizadas a partir do dia 1º de agosto, com prazo até o dia 31.

Leia também: Previsões para o horóscopo do dia de hoje (05/08/2020)


Amazonia 03 de Junho