21.4 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 11 abril, 2021
InícioSAÚDEDietas hiperproteicas são grandes aliadas do emagrecimento. Entenda

Dietas hiperproteicas são grandes aliadas do emagrecimento. Entenda

Por METRÓPOLES

Atualmente, a obesidade representa um dos problemas de saúde pública que mais preocupam as autoridades. Considerada uma doença multifatorial, ela é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal por conta de um desequilíbrio entre a ingestão e o gasto de energia, que pode ser decorrente do excesso calórico ou redução do gasto energético.

Estima-se que cerca de 1,4 bilhão de pessoas no mundo apresentem excesso de massa corporal e 10% sejam obesas.


--Continua depois da publicidade--

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2010), a evolução do estado nutricional dos adultos brasileiros, obtida por meio da comparação dos dados da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) 2008-2009 com o Estudo Nacional de Despesa Familiar (ENDEF) 1974-1975, demonstrou que, em 34 anos, a prevalência de obesidade aumentou em mais de quatro vezes para homens (de 2,8% para 12,4%) e em mais de duas vezes para mulheres (de 8,0% para 16,9%).

Diante desse cenário, estratégias alimentares que visam um emagrecimento efetivo e sustentável têm sido bastante procuradas.

Muitos estudos apontam que a dieta hiperproteica, quando bem ajustada, pode ser muito eficiente para promover perda de gordura e transformações na massa magra.

As dietas com percentual proteico elevado, em geral, são utilizadas para minimizar a perda de massa magra no processo de emagrecimento.


--Continua depois da publicidade--

Porém, para alcançar o sucesso com segurança a partir dessa estratégia nutricional, é primordial que seja feito um acompanhamento com nutricionista, pois apenas os profissionais de saúde podem orientar o indivíduo sobre a quantidade de ingestão correta e, principalmente, sobre os fatores de riscos caso a pessoa tenha alguma limitação, como doença renal ou outras alterações metabólicas.

Para garantir os benefícios de uma dieta hiperproteica, é necessário e fundamental que a atividade física esteja incluída no “pacote”. Dessa forma, o corpo fará um melhor proveito desse macronutriente.

Isso acontece porque, dentre os macronutrientes, a proteína é a que mais aumenta o gasto energético em repouso e no pós-prandial, ou seja, pós-refeições, promovendo maior saciedade.

O aumento da proteína dietética em relação ao carboidrato está relacionado com alterações na massa e na composição corporais, no gasto energético, na regulação do apetite, bem como nas mudanças nas concentrações séricas de alguns marcadores metabólicos, a exempla da insulina, glicose, HDLcolesterol (HDL-C), entre outros.


Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

COVID 19
Lucas: Saúde confirma mais um óbito por Covid-19 e total de mortes chega a 109
abril 10, 2021
SOBRE UM RODA
Lucas: Praticantes cobram definição de espaço para realização de manobras em motos
abril 10, 2021