28.9 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 19 outubro, 2021
InícioMUNDOAulas presenciais voltam a ser obrigatórias para 100% dos alunos em SP...

Aulas presenciais voltam a ser obrigatórias para 100% dos alunos em SP a partir de segunda-feira

Por Bom Dia SP e G1 SP

As aulas presenciais voltam a ser obrigatórias na rede pública e privada do estado de São Paulo a partir da próxima segunda-feira (18).

A partir da semana que vem, estudantes só poderão deixar de frequentar as escolas mediante apresentação de justificativa médica.


--Continua depois da publicidade--

A informação foi antecipada na manhã quarta-feira (13) pelo jornal “O Estado de São Paulo” e confirmada pela Secretaria da Educação.

Na rede pública, são cerca de 3,5 milhões de alunos distribuídos em mais de 5,4 mil escolas em todo o estado.

Segundo a secretaria, o distanciamento entre as carteiras será incialmente mantido, mas deixará de ser exigido a partir do dia 3 de novembro.

Questionado, o governo não esclareceu como a obrigatoriedade será aplicada nas escolas que não têm estrutura física para operar com 100% da capacidade diariamente mantendo o distanciamento entre os estudantes.


--Continua depois da publicidade--

Em agosto, a gestão estadual já tinha reduzido o distanciamento de 1,5 metro para 1 metro.

uso de máscara por parte de estudantes e funcionários permanece obrigatório para todos, assim como a utilização de álcool em gel nas escolas e equipamentos de proteção individual por parte de professores e demais funcionários.

Mais detalhes sobre o retorno obrigatório serão divulgados pela gestão de João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa no início da tarde.

No início de agosto, o governo estadual liberou o retorno às aulas presenciais com 100% ocupação respeitando os protocolos sanitários, o que em algumas unidades exigiu revezamento de grupos.

Apesar da autorização, o envio do estudante para a sala de aula era facultativo aos pais. Na ocasião, as prefeituras também tinham autonomia para definir as datas e regras de abertura.

Sindicato é contrário

 

O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) considerou a medida desnecessária, descabida e perigosa.

Na avalição da Apeopesp, as escolas não têm condições de cumprir os protocolos de segurança contra a Covid.


--Continua depois da publicidade--

O sindicato ainda alega que em diversas instituições não há funcionários de limpeza para garantir a higienização das unidades.

Vacinação no estado de SP

 

Nesta segunda-feira (11), o estado de SP atingiu mais de 80% da população adulta com esquema vacinal completo.

Segundo dados do Vacinômetro atualizados até as 7h17 desta quarta (13), foram aplicadas 66,7 milhões de doses no estado, o que representa:


--Continua depois da publicidade--

  • 99,37% da população adulta com uma dose
  • 80,27% da população adulta com esquema vacinal completo
  • 82,78% da população total com uma dose
  • 61,55% da população total com esquema vacinal completo

Histórico

Em setembro do ano passado, o estado retomou as aulas presenciais durante a pandemia, mas manteve um percentual limitador de 35% dos alunos matriculados por dia.

Durante a fase emergencial, em março deste ano, as instituições ficaram abertas apenas para acolhimento de crianças em situação de maior vulnerabilidade e oferta de merenda.

Em abril, as escolas foram liberadas para voltar a receber alunos, desde que mantendo a capacidade máxima de 35%.

Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.

Redes sociais

107,359FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,063SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

GLAMOUR NA PASSARELA
Concurso escolhe hoje Miss Estudantil Lucas do Rio Verde
outubro 19, 2021
POLÍCIA
Luverdense perde R$ 41 mil no golpe do atravessador
outubro 19, 2021
RISCO PARA O USO DE CRIANÇAS
Mal estado de conservação de parques infantis em praças gera críticas em Lucas do Rio Verde
outubro 19, 2021
PODER LEGISLATIVO
Vereadores de Lucas do Rio Verde aprovam requerimento e projetos de lei durante sessão ordinária
outubro 18, 2021