19.6 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 24 junho, 2021
InícioMATO GROSSONove anos depois, suspeito de matar menina de 10 anos para tentar...

Nove anos depois, suspeito de matar menina de 10 anos para tentar esconder abuso em MT é preso

Andrelina Lima Marques, de 10 anos, desapareceu às vésperas do Dia das Crianças, em Nova Olímpia, em outubro de 2011
Por Por Denise Soares, G1 MT

Quase 10 anos depois, a Polícia Civil conseguiu prender um homem apontado como o principal suspeito de ter sequestrado e assassinado Andrelina Lima Marques, de 10 anos, em Nova Olímpia, a 207 km de Cuiabá. A menina desapareceu às vésperas do Dia das Crianças, no dia 11 de outubro de 2011.

O criminoso, 50 anos, era vizinho de Andrelina à época e, segundo a Polícia Civil de Mato Grosso, abusava da criança. A investigação concluiu que o homem a matou e escondeu o corpo dela para que o crime sexual não fosse descoberto.

A prisão ocorreu no dia 12 de maio em Goiânia, Goiás, e foi divulgada nesta segunda-feira (31) pela Polícia Civil de Mato Grosso.

Segundo o delegado Adil Pinheiro de Paula, ele foi interrogado pela Polícia Civil de Goiás, mas não confessou o crime e nem indicou o local onde o corpo da criança foi enterrado.

Ele usava documentos falsos, teve a prisão decretada e estava foragido há quase 10 anos.

A Polícia Civil de Goiás acredita que ele seja um matador em série.

O criminoso morou em seis estados diferentes durante esse período para escapar da prisão. Ele foi preso em Goiás por uso de documento falso, mas acabou descoberto por ser foragido. O preso também é suspeito de matar o próprio pai em Alagoas e cometer outros crimes em Mato Grosso do Sul.

“Ele matou Andrelina para encobrir abusos sexuais que ele cometia contra a criança. Quando ele viu que a Andrelina ia contar para a família, ele a matou e a enterrou. Nós tínhamos a esperança que ele revelasse o local onde enterrou essa criança, mas ele é extremamente frio e nega o crime”, contou o delegado Adil.

O vizinho chegou a ser ouvido pela polícia à época do desaparecimento e negou o crime. Em 2019, após ser identificado pela polícia como autor do crime, o caso foi arquivado.

O delegado o indiciou pelos crimes de estupro, homicídio e ocultação de cadáver.

Caso Andrelina

A criança morava com os pais e mais três irmãos no bairro Jardim Boa Esperança, em Nova Olímpia. Andrelina saiu de casa no dia 11 de outubro de 2011 por volta das 15h para ir à casa de uma vizinha da mesma idade e desde então não voltou.

Ela havia avisado a mãe que iria à casa da amiga para chamá-la para uma comemoração do Dia das Crianças. No intervalo de ir até a vizinha e voltar pra casa, ninguém mais a viu. Os familiares contam que o desaparecimento da garota causou sequelas psicológicas e emocionais graves na mãe da criança.

Inúmeras buscas foram feitas, mas Andrelina nunca foi encontrada. O inquérito que investigava o desaparecimento dela já havia passado por, pelo menos, quatro delegados. A família, de origem humilde, nunca perdeu as esperanças de encontrá-la.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

MOVIMENTO PRÓ 3 FERROVIAS
Lucas será o principal entroncamento ferroviário do Brasil, diz prefeito Miguel Vaz
junho 24, 2021
POLÍCIA
Após fazer diversas vítimas e roubar celulares, homem é preso em Lucas do Rio Verde
junho 24, 2021