34.1 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 02 dezembro, 2020
Início ESPORTES Guarani descarta entrar na Justiça contra o Corinthians após eliminação no Paulistão;...

Guarani descarta entrar na Justiça contra o Corinthians após eliminação no Paulistão; entenda

Por GLOBOESPORTE.COM

O Guarani publicou uma nota, no fim da manhã desta terça-feira (28), descartando a possibilidade de entrar na Justiça contra o Corinthians após ser ultrapassado pelo alvinegro e eliminado do Campeonato Paulista. A ação envolveria a escalação do atacante Matheus Davó nas rodadas finais do Estadual.

A hipótese foi levantada em cima da decisão da 9ª Vara Cível de Campinas, que apontou fraude na transferência do atacante Matheus Davó do próprio Bugre para o Corinthians. Apesar do Guarani alegar que não houve irregularidades, o processo segue em andamento na Justiça após o recurso ser negado.

A decisão faz parte de um processo que inicialmente determinou a penhora dos direitos econômicos de Matheus Davó como garantia de uma dívida do Guarani de R$ 35 mil com a RDRN Participações e Empreendimentos LTDA.

No despacho, a transferência de Davó foi anulada, porque, acordo com o juiz Francisco José Blanco Magdalena, o Corinthians sabia que os direitos econômicos do jogador estavam penhorados antes de efetuar a contratação e, mesmo assim, insistiu no negócio.

Apesar da decisão, o presidente do Conselho Deliberativo do Guarani, Marcelo Galli, chegou a dizer que o clube não negociou com o Timão e que os acertos foram feitos diretamente com o jogador. O alviverde tinha 60% do jogador, mas concordou em vender 40% mediante o pagamento de R$ 700 mil.

A decisão também colocou que os direitos econômicos transferidos para o Corinthians estão “sujeitos à execução”. Segundo especialistas consultados pela reportagem na época, o despacho não interfere no vínculo esportivo de Davó com o Timão. O efeito prático é que, em eventual venda do Corinthians para outro clube, a empresa RDRN poderia exigir o recebimento da parte a que tem direito.

Escalação de Davó

O atacante foi anunciado oficialmente pelo Corinthians em janeiro deste ano com contrato de quatro anos. A estreia com a camisa do Timão aconteceu contra o Mirassol, já na segunda rodada.

Mas são os jogos após a decisão processual ser publicada no dia 1º de julho que poderiam ser contestados, já que somente a partir dali a transferência seria nula.

Davó ficou no banco diante do Palmeiras, na 11ª rodada do Paulistão, e entrou no segundo tempo contra o Oeste na rodada final. Nas duas ocasiões, o Corinthians venceu a partida, o que levou à ultrapassagem sobre o Guarani na tabela.

Decisão em campo

A diretoria do Bugre, no entanto, disse em nota oficial não ter interesse em contestar os jogos, uma vez que reconhece que o Corinthians “não foi intimado da decisão” e que o “processo judicial ainda em andamento, dentro de prazo legal para manifestação de partes”.

O comunicado diz ainda que “considera que o resultado que o eliminou das quartas de final do Campeonato Paulista aconteceu dentro de campo e, diante disto, não deverá ser discutido em outra esfera que não a desportiva”.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas

Reformas da Escola Dom Bosco em Lucas do Rio Verde entram em fase de conclusão

A comunidade escolar da Escola Estadual Dom Bosco, em Lucas do Rio Verde, não vê a hora de chegar 2021 para usufruir da nova...

Deputado de Mato Grosso critica o aumento da conta de energia elétrica

O deputado estadual Faissal Calil (PV), criticou na terça-feira (01), no plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) a decisão da Agência Nacional...

Seis são conduzidos com drogas e dinheiro; grupo movimentava o tráfico de drogas em Lucas do Rio Verde

Diversas porções de entorpecentes, entre maconha e pasta base de cocaína foram apreendidas e seis pessoas conduzidas para a Delegacia Judiciária Civil de Lucas...

Cai em 2019 pessoal ocupado nas administrações estaduais e distritais

O pessoal ocupado nas administrações direta e indireta estaduais e distritais caiu 4,6% em 2019, em relação ao ano anterior, atingindo 2.983.603 pessoas, contra 3.128.944 em...
Publicidade
x