Polícia verifica quase 300 endereços no Brasil e exterior à procura do assassino do ator Rafael Miguel

0
Foto: Reprodução

Em cinco meses de investigações, a polícia de São Paulo já verificou quase 300 endereços em dez estados do Brasil e em dois países da América do Sul sobre os possíveis paradeiros do assassino de Rafael Miguel e dos pais dele.

Todos os endereços foram verificados, inclusive na Argentina e no Paraguai. Até a publicação desta reportagem Paulo Cupertino Matias não havia sido encontrado ou preso pelas autoridades.

O empresário de 48 anos é procurado desde que matou a tiros o ator de 22 anos e o casal João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, 50, no último dia 9 de junho na Zona Sul da capital.

Câmeras de segurança gravaram o assassinato da família e a fuga de Paulo Cupertino.

Segundo a investigação, ele matou as vítimas porque não aceitava o romance da filha Isabela Tibcherani Matias, 18, com Rafael. Além da jovem, a mãe dela, Vanessa Tibcherani de Camargo, também presenciou o crime cometido na frente da casa onde moravam.

O empresário executou as vítimas atirando 13 vezes. Elas estavam desarmadas e não tiveram tempo de reagir.

Devido à chacina, a Justiça decretou a prisão temporária dele.


Amazonia 03 de Junho