Seleção brasileira treina hoje na Fonte Nova, em Salvador

0
Dani Alves está em casa. Baiano de Juazeiro, o capitão da Seleção Brasileira vai jogar mais uma vez na sua terra, para o seu povo. - Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A seleção brasileira treina hoje (17) às 18h15, na Arena Fonte Nova, em Salvador, visando o jogo contra a Venezuela nesta terça-feira (18), às 21h30, no mesmo local. Uma vitória brasileira contra os venezuelanos praticamente garante a passagem da seleção canarinha para a próxima fase da Copa América.

Nesse domingo (16), quase todos os jogadores participaram de atividades sob o comando do treinador Tite, no Estádio Barradão, na capital baiana. A única ausência foi a do goleiro Ederson, que ficou no hotel fazendo trabalho fisioterápico para se recuperar de uma lesão na panturrilha.

Tite treinou o time para as jogadas aéreas dos venezuelanos, posicionando os defensores nas bolas batidas próximas à área, que são cruzadas sempre para o atacante Rondón. Em seguida, os jogadores participaram de um trabalho em campo reduzido. Com cinco jogadores de cada lado, O treinador exigiu muita movimentação e toques rápidos.

O defensor Eder Militão e o meio-campista Arthur participaram normalmente de todas as atividades. Militão mostrou estar recuperado da dor no quadril, que o deixou fora do treino em São Paulo. O mesmo com Arthur, que sofreu uma lesão no joelho durante o amistoso do Brasil contra Honduras, em Porto Alegre.

Dani Alves

Feliz por voltar à cidade e jogar no estádio, onde foi revelado para o futebol, o baiano de Juazeiro, Dani Alves, manifestou sua alegria e responsabilidade em defender a seleção brasileira. “Cada vez que nós vestimos essa camisa, a gente tem que provar que podemos vesti-la. Representamos uma seleção histórica, respeitada no mundo todo. Sempre temos que carregar essa responsabilidade. A gente tem que defender essa história com muita honra,” disse.