Campeonato Brasileiro: Palmeiras vence o Internacional

0
O jogador Deyverson, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do SC Internacional, durante partida valida pela terceira rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque.

Com o triunfo por 1 a 0 sobre o Internacional pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro, gol de Deyverson no primeiro tempo, o Alviverde chegou ao 26º jogo seguido sem saber o que é perder no torneio nacional, igualando a melhor série invicta de todos os tempos, que antes pertencia isolada ao time de 1972-73, comandado por Oswaldo Brandão: 18 vitórias e 8 empates. Apesar de ter igualado os mesmos 26 jogos invictos, a marca atual, com Felipão, é ainda melhor em termos de aproveitamento. Foram 19 vitórias e sete empates (ou seja, um triunfo a mais).

Além do maior recorde invicto no Campeoanto Brasileiro, o Maior Campeão do Brasil impôs também uma nova marca: o novo recorde de vitórias seguidas no Estádio Palestra Italia pelo Brasileirão (considerando todas as formas físicas que o estádio já possuiu outrora). Invicto nas últimas 14 partidas dentro de sua arena, o Verdão registra os últimos 12 resultados positivos no local pela competição nacional e, com estes 12 resultados positivos consecutivos, o time superou o recorde anterior, que pertencia ao time de 1996, quando emplacou 11 vitórias em sequência pela competição nacional.


Continua depois da publicidade

E as marcas impressionantes não param por aí! Após sair de campo sem ser vazado contra o Colorado, a agremiação esmeraldina estabeleceu o novo recorde de quantidade de partidas seguidas sem ser vazado na arena palmeirenses, o Allianz Parque, inaugurado em 2014 (independentemente da competição). Agora são seis partidas seguidas sem sofrer gol no local. Antes, o recorde era de cinco gols passando em branco no quesito gols sofridos no solo sagrado: entre fevereiro de 2015 e março do mesmo ano e, depois, entre abril e junho de 2016.

O fato de não ter sofrido gol no jogo de hoje, aliás, faz do Verdão a equipe com a melhor defesa do Brasil! Levando em conta todos os clubes que hoje disputam a Série A do Brasileiro e suas respectivas campanhas desde o início da temporada de 2019 – incluindo jogos por competições estaduais, continentais e nacionais –, o Palmeiras é quem detém a melhor defesa, ao lado do Grêmio: ambos os clubes sofreram apenas 8 gols até aqui. Além disso, o Alviverde é a segunda equipe que menos perdeu me 2019 (duas vezes, contra um revés do Cruzeiro) e detém ainda menor média de gols sofridos (0,33, empatado com o Grêmio, também com os mesmos 0,33). As estatísticas são do FutDados.

-Continua depois da publicidade ©-

Individualmente, Hyoran ampliou uma ótima marca que vem construindo já há algum tempo. O último revés do camisa 28 do Alviverde aconteceu em 30 de maio de 2018, pelo Campeonato Brasileiro, no Mineirão (1 a 0 para o Cruzeiro). Desde então, nos 33 duelos em que atuou – já considerando o deste sábado (04) –, 25 terminaram com triunfo do meio-campista palmeirense e outros oito com igualdade no marcador.

Contratado como um dos reforços para a temporada de 2017, vindo da Chapecoense-SC (clube do qual, inclusive, é até hoje a venda mais valiosa), Hyoran já atuou em 46 partidas pelo Verdão e marcou um total de dez gols – destaque para um hat-trick no amistoso ante a Liga Alajuelense-CRC, em julho do ano passado, durante o período do time na América Central para intertemporada devido à Copa do Mundo da Rússia 2018.

Não foi só Hyoran que melhorou seus números individuais após o duelo desta noite. O atacante Dudu segue com números impressionantes na história do Allianz Parque: ele é o jogador que mais atuou na arena (108 partidas), que mais venceu (77 vezes), que mais marcou gols (28 tentos) e que mais concedeu assistências (28 passes decisivos, já com a deste sábado, para o gol de Deyverson).

E não são só os jogadors. Em sua terceira passagem pelo Palestra Italia, o técnico Luiz Felipe Scolari também tem números de dar inveja. O comandante palmeirense soma, ao todo,  226 vitórias, 126 empates e 110 derrotas no comando da equipe alviverde. Foram 462 jogos. Além do título do Brasileiro de 2018, o treinador já havia conquistado a Copa Libertadores em 1999, a Copa do Brasil em 1998 e 2012, a Copa Mercosul em 1998 e o Torneio Rio-São Paulo em 2000. Desde que retornou ao clube, em julho de 2018, Felipão participou de 54 partidas – 34 triunfos, 15 empates e cinco reveses. Vale lembrar também que Felipão havia estabelecido um recorde recente: é o técnico com o menor índice de derrotas nos primeiros 50 jogos, considerando o início de um trabalho.

Após a vitória sobre o time colotado, neste sábado, pela terceira rodada do Brasileirão de 2019, Luiz Felipe Scolari se isolou ainda mais como o técnico palmeirense que por mais vezes comandou o time pelo torneio nacional: atualmente possui 190 duelos válidas no certame. Vale lembrar que o treinador gaúcho também é o técnico com mais resultados positivos na competição nacional em todos os tempos (79 vitórias, duas a mais do que Vanderlei Luxemburgo, com 76, segundo colocado da lista).





-Patrocinador-