No Vitória, Capa busca seu terceiro acesso na carreira

0
Maurícia da Matta/EC Vitória

O lateral Capa vive a expectativa de sua terceira participação no Campeonato Brasileiro – Série B, sendo que nas duas anteriores comemorou o acesso no final das temporadas, ambas pelo Avaí, em 2016 e 2018. Pela primeira vez jogando no Estado onde nasceu, o jogador traz essa experiência ao Vitória, que luta para reencontrar o caminho da elite nacional. Há vinte dias no Leão, entende que o período sem jogos foi essencial para seu entrosamento junto aos colegas de elenco e entendimento da metodologia da comissão técnica.

“É um começo de trabalho para mim que julgo muito bom. Esse tempo sem jogos oficiais serviu para aprimorarmos a parte física, técnica e tática, além do encaixe que o professor (Cláudio) Tencati pensa no decorrer da Série B, que é um campeonato longo, mas que requer tenhamos uma boa largada. A expectativa é grande, espero poder ajudar da melhor maneira possível e que comecemos bem para a caminhada ser de grandes vitórias”, afirmou o atleta.

Ao todo, Capa tem 60 partidas disputadas na Série B, com 30 vitórias, 17 empates e 13 derrotas, um aproveitamento pessoal de quase 60%. A bagagem na competição contribui para ter a real dimensão da importância de atingir o objetivo em Salvador. Com sua experiência, elogia também o elenco formado na equipe que estreia no próximo sábado (27), às 11h, diante do Botafogo/SP, em Ribeirão Preto.

“Tenho dois acessos e levo isso como experiência, porque a Série B é um campeonato muito difícil. Então o time tem que estar bem encaixado, em sintonia muito boa, com marcação muito forte ao longo das disputas. Nosso elenco é forte, com jogadores experientes. Por exemplo, é muito bom disputar posição com um cara como o Fabrício, muito importante isso para mim e quem ganha é o Vitória. Espero poder desenvolver meu melhor sempre para final do ano comemorarmos mais um acesso”, finalizou.