Chuva forte alaga Sambódromo; início do desfile da Série A é atrasado

0

Com a forte chuva nas últimas horas no Rio de Janeiro, o início dos desfiles das escolas de samba da Série A Sambódromo, que estava prevista para as 22h30, foi atrasado para 23h, de acordo com a Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj). A passarela do samba ficou alagada e as arquibancadas estão vazias. A água na pista está baixando, mas ainda há poças grandes nas laterais.

“Em função da forte chuva que cai em vários bairros do Rio de Janeiro, o início dos desfiles da Série A nesta sexta-feira foi adiado inicialmente para as 23h”, informou a Lierj em sua página do Facebook. A mensagem foi divulgada também no sistema de som da Marquês de Sapucaí.


Continua depois da publicidade

Os componentes da Unidos da Ponte, a primeira agremiação prevista para desfilar, aguardam na concentração da escola, na Avenida Presidente Vargas próximo ao prédio dos Correios. Na concentração do lado oposto, os componentes da Alegria da Zona Sul esperam pela hora de entrar na avenida.

As ruas no entorno do Sambódromo também estão alagadas. Além da chuva e de ventos fortes, foi intensa a quantidade de raios e trovões.

-Continua depois da publicidade ©-

Até 21h, a Justiça ainda não havia permitido os desfiles no Sambódromo. Pouco depois, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) liberou a abertura do carnaval na Marquês de Sapucaí.

A decisão do juiz de plantão Ricardo Coimbra da Silva Starling Barcellos levou em consideração o parecer favorável do Corpo de Bombeiros do Rio após vistoria no local, que tinha sido exigida pela Justiça, depois de pedido do Ministério Público do estado.

Edição: Carolina Pimentel





-Patrocinador-