As obras do sistema de esgotamento sanitário, que foram retomadas no bairro Menino Deus em Lucas do Rio Verde seguem para uma nova etapa a partir deste mês, conforme anuncia o secretário de Infraestrutura e Obras, Gerson Franke.

Conforme o secretário, a obra é um convênio com o Governo Federal, por meio da Funasa, e possui recursos do PAC 2, por isso ela segue etapas e os recursos são liberados pelo órgão responsável, conforme a conclusão.


“Conforme nosso cronograma, primeiro realizamos a instalação das linhas mestras, que é a linha principal para a coleta do esgoto de cada rua, em seguida fizemos as ligações das casas para as calçadas, e agora já iniciamos as ligações da rede que saem da calçada para a linha mestra. Após finalizado esse trabalho, concluímos essa etapa no bairro” explicou o secretário.

A obra retomada em Lucas do Rio Verde, terá 770 novas ligações domésticas, e beneficiará aproximadamente 3 mil pessoas, além da rede de coleta nas ruas do bairro, a obra contempla duas Elevatórias de Esgoto Bruto que serão responsáveis por recalcar o esgoto, até a estação de tratamento, que ficará na subestação, próximo ao Rio Verde.

 

 

“Para o ano que vem, vamos dar início a linha coletora principal, que atravessará a BR-163 e seguirá pela Avenida da Produção até chegar na subestação, próximo ao Rio Verde. Já entramos com pedido de liberação na ANTT [Agência Nacional de Transportes Terrestres] para que possamos cruzar a rodovia e seguir na avenida. Outro ponto importante e muito positivo da obra, é a economia que o município está tendo quanto a produção dos tubos de concreto que serão utilizados na linha coletora. Esses tubos estão sendo são fabricados aqui em Lucas, pela Fábrica de Artefatos, e a estimativa é de uma redução de gastos do dinheiro público de algo em torno de R$ 700 mil” disse.

  Membro de igreja evangélica é preso em Lucas do Rio Verde após estuprar sobrinho

Atualmente, Lucas do Rio Verde conta com 38% de cobertura da rede de esgoto, o que representa cerca de 6,3 mil ligações. Com a ampliação da rede, a cidade passará a ter 42,4%.

Conforme levantamento do Instituto Trata Brasil, além de favorecer com a saúde dos moradores, a cidade com saneamento básico tem a valorização dos imóveis em até 14% a mais do que em áreas sem os serviços.

A obra em Lucas do Rio Verde, é um convênio com o Governo Federal e para aquisição de materiais, o governo aprovou R$ 4,2 milhões. A contrapartida do Município será de R$ 1,6 milhão para pagamento da mão de obra e para a construção da Estação de Tratamento de Esgoto que será viabilizado por meio de financiamento, com investimento de R$ 4 milhões.

 

Prefeitura conclui terraplanagem de área do futuro Fórum Trabalhista de Lucas do Rio Verde





| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui