Mendes cobra explicação de Taques sobre grampos

0
Ex-prefeito de Cuiabá e pré-candidato ao Governo de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) avalia que Pedro Taques (PSDB), seu adversário em 2018, precisará se explicar sobre as acusações de possível participação na grampolândia pantaneira. Segundo Mendes, Taques corre o risco de ficar manchado pelo escândalo de interceptações.

“Eu não acompanhei detalhes desse depoimento. Tenho ouvido notícias pela imprensa. Eu sempre considero lamentável que as nossas autoridades se envolvam em qualquer tipo [de crime]. Isso traz enormes prejuízos. Mas eles é que têm que se explicar. Não sou eu”, afirmou Mauro Mendes neste sábado (28) durante convenção do PDT.

Pedro Taques precisará esclarecer as afirmações do cabo da Polícia militar em Mato Grosso, Gerson Corrêa Junior, estabelecidas em audiência na sexta-feira (28). Corrêa, réu na Justiça Militar, afirmou na ocasião que Paulo Taques, ex-secretário de Casa Civil e primo do governador, foi o principal responsável pelas interceptações.

“O interesse é do governador Pedro Taques e do senhor Paulo Taques, sem nenhuma sombra de dúvidas”, disse o policial em sua confissão se referindo ao pleito eleitoral de 2014.

Neste sábado, Mauro Mendes evitou atacar seu adversário político, mas comentou a situação. “Crimes contra a democracia são crimes muito ruins. A invasão da privacidade, desrespeito aos limites da legalidade. Com certeza isso compromete a imagem de qualquer pessoa, principalmente daquelas que querem ocupar cargo público”, salientou.
O Governo de Mato Grosso já emitiu nota afirmando que Taques deu o suporte e a autonomia necessária para as investigações. Os crimes foram negados na manifestação. “Eu tenho certeza que todos terão direito de se explicar. Mas me parece uma acusação muito grave. Vai precisar de explicações muito convincentes para que não fique uma mancha irreparável na carreira daqueles que estão sendo acusados”, finalizou Mauro Mendes.


| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui