32 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 20 junho, 2021
InícioMUNDOINTERNACIONALNúmero de mortos em Gaza passa de 100; Forças de Defesa de...

Número de mortos em Gaza passa de 100; Forças de Defesa de Israel iniciam nova ofensiva

Por G1

O número total de palestinos falecidos nos bombardeios israelenses nos últimos dias em Gaza subiu para 109 — incluindo 27 crianças, anunciou nesta quinta-feira (13) o ministério da Saúde da Faixa de Gaza, governada pelo movimento Hamas.

Entre as vítimas fatais estão 27 menores de idade e 11 mulheres. Os ataques também deixaram 621 feridos, de acordo com o ministério.

 


--Continua depois da publicidade--

Também nesta quinta, as Forças de Defesa de Israel anunciaram uma nova ofensiva com a participação de forças de solo. Embora inicialmente agências de notícias ocidentais tenham informado que se tratava de uma ação dentro do território de Gaza, os militares israelenses negaram que tenha havido uma incursão.

Ainda assim, os militares alertaram cidadãos israelenses da cidade de Negev a permanecerem próximos de abrigos. O comando das forças afirmou que aqueles que vivem em uma zona de até quatro quilômetros da fronteira com Gaza devem permanecer em suas casas ou outros locais seguros até serem liberados.

“Qualquer incursão terrestre em qualquer área da Faixa de Gaza será a ocasião para aumentar o número de mortos e prisioneiros nas fileiras do inimigo”, alertou o braço armado do Hamas, segundo a agência France Presse.

Fontes militares de Israel afirmaram que o país bombardeou Gaza mais de 600 vezes desde segunda-feira.


--Continua depois da publicidade--

Os movimentos palestinos lançaram, a partir da Faixa de Gaza, mais de 1.600 foguetes contra o território de Israel.

Desde o início da semana, sete pessoas morreram em Israel, incluindo um menino de seis anos, e centenas ficaram feridas.

Ministro da Defesa ordena mobilização

O ministro israelense da Defesa, Benny Gantz, ordenou, nesta quinta-feira, a mobilização “maciça” de forças de segurança para cidades onde coabitam israelenses e palestinos com cidadania israelense, de modo a combater a violência interna registrada nos últimos dias.

“Estamos em uma situação de emergência e agora é necessário reforçar maciçamente as forças no terreno”, disse o ministro em um comunicado.

Ele informou ainda que convocará oficiais da reserva da guarda fronteiriça, que normalmente opera na Cisjordânia, território ocupado por Israel. Segundo a agência Associated Press, já foram convocados 9 mil militares da reserva.


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SUSTO
Caminhonete com assessores de senador capota em Mato Grosso
junho 20, 2021
IMPORTUNAÇÃO SEXUAL
Passageiro de Lucas do Rio Verde ‘passa mão’ em idosa durante viagem de ônibus
junho 20, 2021