24.8 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 02 março, 2021
Início MUNDO Médicos alertam para superlotação de hospitais no Tocantins e em Goiás

Médicos alertam para superlotação de hospitais no Tocantins e em Goiás

Por CENÁRIOMT COM INF. Jornal Nacional

Médicos da linha de frente no combate à Covid-19 alertam para a superlotação de hospitais públicos, e também particulares, no Tocantins e em Goiás.

Chegou a 11 o número de hospitais públicos de Goiás sem nenhuma vaga para pacientes com Covid que precisam de tratamento intensivo. Nos hospitais particulares, a espera por um leito pode levar dias.


--Continua depois da publicidade--

“Hoje eu posso ter todo o dinheiro disponível, eu posso ter o melhor plano de saúde, e eu não tenho vaga disponível”, diz Christiane Kobal, presidente da Sociedade Goiana de Infectologia.

No estado vizinho, Tocantins, a dificuldade no atendimento para casos graves de Covid-19 também é crítica.

Em Palmas, dos quatro hospitais que disponibilizam o atendimento pelo SUS, três não tem mais vaga em UTI. No Hospital Geral, o maior do estado, restam apenas sete leitos.

Na rede particular, a situação é mais complicada. “Todos os leitos de UTI estão lotados e a continuidade dessa lotação vai depender muito da população, porque as pessoas não estão tendo responsabilidade. Esse isolamento que deveria ser feito, eles não estão respeitando, eles não estão respeitando a vida nem deles e nem de quem está próximo”, lamenta Maria Lúcia Machado, do presidente do Sindicato dos Hospitais Particulares.

As equipes de fiscalização continuam encontrando flagrantes de aglomerações. As medidas para contenção do vírus foram ampliadas. Comércio, igrejas e supermercados só podem funcionar até as 20h. As aulas da rede pública vão retornar apenas com ensino online.


--Continua depois da publicidade--

“Se há um momento para a gente fazer um sacrifício é agora, porque sem leito pra tratar como é que a gente vai fazer, né? Então é muito importante, nessa fase, a gente ter essa consciência social e evitar que o vírus se espalhe”, explicou o médico cardiologista Daniel Janczuk.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

ATENDENDO DECRETO
Lucas: Atendendo decreto estadual, Unilasalle suspende aulas presenciais
março 02, 2021
DIA DA MULHER
Lucas do Rio Verde vai realizar ações relativas ao Dia da Mulher de modo descentralizado
março 02, 2021