22.7 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 15 abril, 2021
InícioMUNDOLançado programa para incentivar permanência nos anos finais do ensino fundamental

Lançado programa para incentivar permanência nos anos finais do ensino fundamental

Serão atendidos colégios com baixos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica e com alunos de famílias beneficiárias do Bolsa Família
Por CenarioMT

Melhorar a qualidade dos estudos, evitar a evasão escolar e ampliar o apoio técnico e financeiro às escolas do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. É o que prevê o programa Brasil na Escola, lançado nesta quarta-feira (31).

Segundo o Ministério da Educação (MEC), o Brasil na Escola é um incentivo à permanência, aprendizagem e progressão escolar com equidade e na idade adequada dos estudantes matriculados nos anos finais do ensino fundamental.


--Continua depois da publicidade--

“O MEC está lançando mais um programa de grande importância, de grande relevância para a educação brasileira. E não só para a educação, para toda a nação. Quando se fala em educação de jovens, de crianças, esse é um tema bastante importante para o MEC”, afirmou o secretário-executivo adjunto do Ministério da Educação, José Barreto Júnior.

O secretário explicou os objetivos principais do programa: “Tem como finalidade lançar luz aos aspectos específicos dos anos finais do ensino fundamental, ampliando uma possibilidade de discussão e aprofundamento na compreensão de indicadores referentes a este recorte específico do universo educacional brasileiro”.

Três eixos

O programa está estruturado em três eixos. No primeiro, que prevê apoio técnico e financeiro às escolas para fortalecimento da gestão escolar, o Ministério da Educação investirá R$ 200 milhões, a cada dois anos, beneficiando 1 milhão de estudantes em 5 mil escolas públicas de todo o país.

No segundo eixo, de valorização de boas práticas para melhorar a aprendizagem dos alunos, o Governo Federal destinará R$ 50 milhões, a cada dois anos, para 10 mil escolas.


--Continua depois da publicidade--

Para o terceiro e último eixo, que é de inovação para implementar novos modelos pedagógicos, está prevista uma seleção de escolas por meio de edital. A ideia é atender, em princípio, 54 instituições de ensino que poderão receber, cada uma, R$ 100 mil por ano, durante cinco anos.

Adesão ao Programa

A adesão ao programa é voluntária e será feita mediante termo fornecido pela Secretaria de Educação Básica, do Ministério da Educação, assinado, conjuntamente, pelo chefe do Executivo e pelo secretário de educação do ente federado que aderir ao programa.

Objetivos

Estão entre os objetivos do programa Brasil na Escola:

– Elevar a frequência escolar nos anos finais do ensino fundamental;

– Diminuir os índices de evasão e abandono escolar;

– Reduzir os índices de reprovação;

– Diminuir a distorção idade-série nos anos finais do ensino fundamental; e

– Propor estratégias inovadoras de organização pedagógica.

Implantação do programa

O Brasil na Escola será implementado por meio da colaboração entre União, estados, municípios e Distrito Federal. O Ministério da Educação disponibilizará às Entidades Executoras e às escolas cronograma contendo os prazos de adesão, planejamento, implementação e avaliação das estratégias do programa. As instituições que aderirem à ação devem manter um canal de comunicação permanentemente aberto com o MEC.


Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Gosta de economia, assistir séries, filmes de ação e gosta de videogames. Editor no CenárioMT nos cadernos de Economia e Mundo, mas nem por isso deixa uma notícia regional em branco, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

NOVO DECRETO
Em vídeo, Miguel Vaz fala sobre novo decreto e pede atenção da sociedade para prevenção a covid-19
abril 15, 2021
GERAL
Moradora de Lucas do Rio Verde ganha R$ 10 mil no sorteio do Programa Nota MT
abril 15, 2021