21.8 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 27 fevereiro, 2021
Início MUNDO Justiça condena bombeiro acusado de atrapalhar investigações do caso Marielle

Justiça condena bombeiro acusado de atrapalhar investigações do caso Marielle

Por CENÁRIOMT COM INF. GloboNews

A Justiça condenou a quatro anos de prisão o bombeiro Maxwell Simões Correa por obstrução de Justiça. Ele foi acusado pelo Ministério Público de atrapalhar as investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018.

O juiz Carlos Eduardo Carvalho de Figueiredo, da 19ª Vara Criminal, autorizou o cumprimento da pena em regime aberto e determinou que Maxwell preste serviços à comunidade.


--Continua depois da publicidade--

O bombeiro foi preso em junho do ano passado. De acordo com o MP, Maxwell era o dono do carro usado para esconder as armas que estavam num apartamento de Ronnie Lessa, acusado de ser um dos autores do assassinato.

Júri popular para acusados de assassinato

Ronnie Lessa e Élcio Queiroz vão ser levados a júri popular acusados dos homicídio de Marielle Franco e Anderson Gomes.. A decisão foi dos desembargadores da 1ª Câmara Criminal, por unanimidade.

Na última terça (9), a Justiça negou o recurso das defesas dos acusados. Lessa e Queiroz respondem por duplo homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, emboscada e sem dar chance de defesa às vítimas, e estão presos no presídio federal de Porto Velho.

Relembre o caso

Marielle e Anderson foram atingidos por tiros de uma submetralhadora por homens em um carro que seguia o que eles estavam, na Região Central do Rio, em 14 de março de 2018.


--Continua depois da publicidade--

Ronnie Lessa é apontado na denúncia como o autor dos disparos. Ele estaria no banco de trás do Cobalt que perseguiu o carro da vereadora. Segundo a investigação, Élcio de Queiroz dirigia o Cobalt usado para perseguir as vítimas.

Só em 12 de março de 2019, dois dias antes de completar um ano do crime, os dois foram presos. Até hoje, não se sabe quem mandou matar Marielle.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

DOIS DETIDOS
Ação policial detém 2 suspeitos em roubo a residência em Lucas do Rio Verde
fevereiro 26, 2021
CORONAVÍRUS
Em Lucas: registrado óbito de paciente de 48 anos com Covid-19; 87 óbitos desde o início da pandemia
fevereiro 26, 2021