37.9 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 23 setembro, 2021
InícioMUNDOGreve afeta funcionamento de três linhas de trem da Grande São Paulo

Greve afeta funcionamento de três linhas de trem da Grande São Paulo

Trabalhadores das linhas 12 (Safira), 13 (Jade) e 11 (Coral) aprovaram paralisação de 24 horas. Por causa da greve, a prefeitura de São Paulo suspendeu o rodízio de veículos.
Por Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil - São Paulo

A greve de trabalhadores de três linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) afetou o funcionamento de alguns trechos, nesta terça-feira (24).

A Linha 12 – Safira, que liga a região central da capital paulista, passa pela zona leste e chega aos municípios de Poá e Itaquaquecetuba foi completamente paralisada. A Linha 13 – Jade, que faz a ligação com o Aeroporto Internacional de Guarulhos também deixou de funcionar.


--Continua depois da publicidade--

Já a Linha 11 – Coral opera parcialmente. Pelas redes sociais, usuários relataram esperas de uma hora para conseguir pegar o trem. A linha liga a região central à zona leste da Grande São Paulo, passando pelos municípios de Poá, Suzano e Mogi das Cruzes.

O Sindicato dos Ferroviários da Central do Brasil aprovou uma paralisação de 24 horas em resposta a decisão do governo estadual de recorrer contra um aumento concedido por decisão judicial. Segundo o sindicato, o Tribunal Regional do Trabalho havia concedido reajuste salarial de 3,72% em 2020 e 2021, além de aumento de 3,06% para 2022.

Rodízio suspenso

A greve surpreendeu muitos passageiros e deixou os pontos de ônibus lotados, em algumas das estações afetadas. Para tentar reduzir os efeitos da paralisação, a Prefeitura de São Paulo suspendeu o rodízio municipal de veículos. Por volta das 11h da manhã, a cidade registrava 25 quilômetros de lentidão, com maior impacto na zona sul e zona oeste.

A CPTM informou que acionou um “plano de contingência” para tentar atender as pessoas que utilizam o transporte. A empresa também criticou a greve que classificou de “inadmissível”.


--Continua depois da publicidade--

“A CPTM apresentou proposta de reajuste de 6% retroativo a março de 2021 pagos a partir de janeiro de 2022. Em relação ao dissídio coletivo de 2020, foi proposto reajuste de 4% a partir de agosto de 2021, retroativo a março de 2020”, diz nota divulgada pela empresa.

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.

Redes sociais

107,336FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,039SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

FORMAÇÃO
Empresários de Lucas do Rio Verde participam de palestra sobre Liderança com Elias Lourenço
setembro 23, 2021
Lucas do Rio Verde
Prefeitura de Lucas do Rio Verde recebe visita de secretária de Educação de Marcelândia
setembro 23, 2021
SOLIDARIEDADE
Lucas do Rio Verde sedia mais uma etapa da campanha de doação de sangue neste sábado (25)
setembro 23, 2021
EM BUSCA DA SEDE PRÓPRIA
Projeto para construção da sede própria da Defensoria em Lucas será apresentado na próxima semana
setembro 23, 2021