31.9 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 17 junho, 2021
InícioMUNDOEmbarque 100% digital é testado no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (MG)

Embarque 100% digital é testado no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (MG)

Terminal adota projeto do Governo Federal para uso de reconhecimento facial de passageiros sem cartão de embarque e documento de identificação
Por CenarioMT

Os passageiros do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (MG) experimentarão, nesta sexta-feira (28), o Embarque + Seguro 100% digital, com o uso de reconhecimento facial. O projeto do Ministério da Infraestrutura (MInfra) desenvolvido pelo Serpro, empresa de tecnologia do Governo Federal, tem o objetivo de tornar mais eficiente, ágil e seguro o processo de embarque nos aeroportos. A solução biométrica dispensa o uso de bilhete aéreo e de documento de identificação do cidadão.

O Embarque + Seguro vem passando por testes desde o ano passado, já tendo sido avaliado em diferentes fases nos aeroportos de Florianópolis (SC), Salvador (BA) e Santos Dumont (RJ). Após a aprovação do projeto-piloto, o Governo Federal avançará com as ações para a implantação efetiva da tecnologia nos principais aeroportos do país.


--Continua depois da publicidade--

“Caminhamos para um embarque biométrico totalmente seguro em todos os aeroportos do país, eliminando por completo a necessidade de se apresentar qualquer tipo de documentação”, afirmou o secretário-executivo do MInfra, Marcelo Sampaio.

Embarque +Seguro

O presidente do Serpro, Gileno Barreto, destaca que a tecnologia Embarque + Seguro é inovadora e de classe mundial, utilizando base de dados unificada, capaz de checar e validar, com rapidez e segurança, a identidade do passageiro.

“A solução combina validação biométrica e análise de dados, garantindo uma conferência precisa e segura da identidade do cidadão, que, assim, pode viajar com mais conforto e tranquilidade. A solução tem por premissa a segurança no tratamento e a proteção dos dados pessoais dos passageiros contra uso indevido ou não autorizado. É a transformação digital do Brasil melhorando a vida dos brasileiros”, ressaltou.

A solução começou a ser testada em Belo Horizonte com passageiros voluntários da Azul, convidados para experimentarem a tecnologia. No momento do check-in no aeroporto, o passageiro recebe uma mensagem, no celular, solicitando autorização para o registro de uma foto. Com o consentimento, o atendente da companhia aérea faz a validação biométrica do passageiro, comparando os dados e a foto, tirada na hora, com as bases governamentais.


--Continua depois da publicidade--

A partir da validação, o passageiro fica liberado para ingressar na sala de embarque e na aeronave passando pelos pontos de controle biométricos, que fazem a identificação por meio de câmeras, sem a necessidade de apresentar documento e cartão de embarque.

 


Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Gosta de economia, assistir séries, filmes de ação e gosta de videogames. Editor no CenárioMT nos cadernos de Economia e Mundo, mas nem por isso deixa uma notícia regional em branco, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SEGURANÇA
Agentes da Guarda Municipal de Lucas localizam peças de moto furtada há cinco meses
junho 17, 2021
Lucas do Rio Verde
Processo seletivo do Esporte é homologado pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde
junho 17, 2021