21.1 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 25 janeiro, 2022
Publicidade
InícioMUNDOCom risco de rompimento de barragem, moradores deixam suas casas em MG

Com risco de rompimento de barragem, moradores deixam suas casas em MG

Alerta dos Bombeiros e Defesa Civil foi para moradores de Onça de Pitangui, Pará de Minas e Pitangui, por risco de rompimento da barragem hidrelétrica da Usina do Carioca.
Por Alex Rodrigues – Repórter da Agência Brasil - Brasília

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de Minas Gerais continuam monitorando a barragem hidrelétrica da Usina do Carioca. Localizada na divisa entre Conceição do Pará e Pará de Minas, a cerca de 130 quilômetros de Belo Horizonte, o reservatório de água ameaça se romper.

Devido ao risco do grande volume de água acumulado atingir os rios São João e Pará, provocando inundações, as autoridades recomendaram, ontem (9), que moradores de áreas ameaçadas em três cidades abaixo da usina (Onça de Pitangui, Pará de Minas e Pitangui) deixassem suas casas e buscassem abrigo em lugares mais altos e distantes dos rios.


--Continua depois da publicidade--

Até o fim da noite deste domingo, 34 pessoas já tinham deixado locais de risco com a ajuda de bombeiros e agentes da Defesa Civil, mas ao menos outras 32 pessoas continuavam em pontos de difícil acesso. Segue chovendo na região e a previsão é de que o clima continue instável pelos próximos dias.

No domingo, um vídeo gravado por populares mostra bombeiros alertando a população sobre a probabilidade de “99% de [chances de] a barragem se romper” e que, caso isto ocorra, o nível do Rio São João ultrapassará os 60 metros, atingindo moradias nas três cidades.

Em um novo vídeo, gravado na manhã de hoje, o subtenente Rodrigo Oliveira, da Defesa Civil estadual garante que a barragem pertencente à empresa Santanense está sendo monitorada e que, ao contrário do que é dito em mensagens que circulam nas redes sociais, a estrutura não se rompeu.

Um posto de comando e controle foi instalado em Conceição do Pará e concentra os trabalhos do Corpo de Bombeiros, Defesas Civis estaduais e municipais; prefeituras; Polícia Militar e técnicos da Santanense, que checam o nível do Rio São João a cada 30 minutos.


--Continua depois da publicidade--

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.

Publicidade

Redes sociais

107,383FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,127SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

PELA REABERTURA DOS FÓRUNS
Presidente da OAB Lucas sobre fechamento dos fóruns: não podemos deixar o direito virar tela de computador
janeiro 24, 2022
EDUCAÇÃO
Maratona pedagógica marca início do ano letivo em Lucas do Rio Verde
janeiro 24, 2022
Lucas do Rio Verde
Túmulos com cadastros desatualizados do Cemitério Municipal serão transferidos para ossário
janeiro 24, 2022
ATUALIZAÇÃO
Lucas do Rio Verde volta a registrar óbito de paciente com Covid-19
janeiro 24, 2022