21.6 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 16 maio, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDEMovimento em apoio a Bolsonaro define data de viagem a Brasília e...

Movimento em apoio a Bolsonaro define data de viagem a Brasília e atos em Lucas do Rio Verde

Ontem à noite aconteceu reunião em que membros do movimento decidiram por atos simultâneos no dia 15 de maio
Por Da Redação

Membros do movimento Brasil Verde e Amarelo, em Lucas do Rio Verde, voltaram a se reunir nesta segunda-feira (03) e definiram o cronograma para a viagem à Brasília onde participarão de ato nacional em apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Além disso, ficou definido que simpatizantes ao movimento farão atos na mesma data em Lucas do Rio Verde.

O produtor rural Antonio Cavalaro, que ajuda na organização, disse à reportagem do CenarioMT que o movimento está ganhando corpo em nível local e nacional. Ele tem se comunicado diariamente com um grupo em Brasília que está viabilizando um local para que os participantes possam se abrigar às vésperas e no dia dos atos em favor ao governo federal. Os cuidados são para que os manifestantes tenham apoio para acampar e se alimentar. “Tem uma empresa que vai cuidar da refeição, por exemplo. Se nada for atrapalhar, nada for impedir, como alguma coisa tem impedido agora, teremos um local muito bom, onde as pessoas vão poder ficar em segurança e vai poder participar normalmente do evento”, apontou.

Ficou definido que o grupo luverdense seguirá viagem na manhã do dia 13, feriado local do Dia da Padroeira. Na saída deverá ocorrer um ato cívico em frente à sede do Sindicato Rural, por volta de 8 horas. A orientação é que cada veículo siga viagem com três pessoas. De Lucas do Rio Verde a expectativa é que de 70 a 100 pessoas sigam até a capital federal e se unam aos manifestantes de outras cidades brasileiras. A liderança do Brasil Verde e Amarelo estima que cerca de 1 milhão de pessoas participem dos atos em apoio a Jair Bolsonaro. “No dia 15, a partir de 15 horas, vai dar o início no evento, onde será feita uma grande passeata. Estamos esperando um grande número de pessoas e que possam mostrar pro Congresso, pro STF, pro Senado que nós estamos apoiando. Não somos bolsonaristas, mas pessoas brasileiras que querem defender a nossa liberdade, quer defender o que nós podemos defender sem interferência de qualquer instituição que seja”, pontuou Cavalaro.

O produtor rural lembra que o evento começou como Marcha das Famílias, transformando-se no Brasil Verde e Amarelo. “Não vamos atacar nenhuma instituição, não vamos xingar ninguém, não vamos fazer baderna. Vamos apenas mostrar nossa insatisfação com que está ocorrendo no Brasil hoje. Estamos aqui, boquiaberto com cada decisão que o STF toma e por cada atitude que o Congresso Nacional não tem, e o Senado também tem sido tão omisso, tão distante daquilo que as pessoas querem”, ressaltou.

Atos simultâneos

O também produtor rural Antonio Lira, destacou que além da participação no ato na capital federal, ficou decidido que os apoiadores que não conseguirem viajar farão atos simultâneos em Lucas do Rio Verde. Na tarde de 15 de maio, por volta das 14 horas, o grupo vai mostrar apoio ao movimento Brasil Verde e Amarelo. “Vamos fazer um evento grande aqui também, fazer essa sincronia de movimento, nós lá em Brasília e o pessoa que fica faz o movimento aqui em Lucas, fazer uma passeata, uma carreata, que possa demonstrar um grande ato cívico aqui em Lucas do Rio Verde”.

Antonio Lira mostra modelo de camiseta confeccionada para o dia 15 em Brasília
Foto: CenarioMT

Outra decisão é buscar a adesão de comerciantes e da própria comunidade. “Serão confeccionadas cerca de 300 bandeiras do Brasil, vamos distribuir nos comércios, quem puder pagar, paga, quem não puder, não vai pagar. Mas vamos hastear a bandeira em cada comércio, em cada casa da nossa cidade, pra poder mostrar o nosso patriotismo a todas as pessoas que possam ver”, assinalou Lira. O produtor disse ainda que as pessoas podem colaborar com o ato na forma de doação de recursos. Uma conta foi disponibilizada e pode ser conseguida junto a membros do Sindicato Rural. Segundo ele, no retorno será feito a prestação de contas do valor gasto no deslocamento.

Sobre o ato na capital federal, Antonio Lira observa que o movimento é aberto a quem demonstrar interesse. A adesão ao grupo deverá ser definida até a próxima segunda-feira (10) quando acontecerá a última reunião do grupo, já com os encaminhamentos para a viagem. “Nós vamos preparados para passar uma semana ou mais. Levar barraca, comida não perecível. Estamos indo para uma guerra, não estamos indo pra passear”, ressaltou. “Estamos indo lá pra dar esse apoio ao presidente no que for preciso. Vamos defender o nosso presidente, vamos defender o Brasil das mãos do comunismo, isso que é importante”.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

ATO CÍVICO
Com foco na família e na religião, Movimento Verde e Amarelo realiza ato em Lucas do Rio Verde
maio 15, 2021
LITERATURA
“Livro é uma viagem que você faz sem precisar sair de casa”, compara premiada em concurso de poesia
maio 15, 2021