23.8 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 06 dezembro, 2021
InícioECONOMIATaxa média de juros para famílias caiu e do cartão subiu em...

Taxa média de juros para famílias caiu e do cartão subiu em julho

A inadimplência das famílias, no crédito livre, recuou 0,1 ponto percentual para 5,1%. A inadimplência das empresas no crédito livre caiu 0,2 ponto percentual para 1,8%.
Por Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil - Brasília

As empresas e famílias pagaram taxas de juros mais baixas em julho, informou hoje (28) o Banco Central (BC), ao divulgar as Estatísticas Monetárias e de Crédito.

A taxa média de juros para as pessoas físicas no crédito livre chegou a 39,9% ao ano, queda de 1,5 ponto percentual em relação junho. Já a taxa média das empresas ficou em 12,3% ao ano, redução de 0,7 ponto percentual na comparação com o mês anterior.


--Continua depois da publicidade--

A taxa do crédito pessoal (não consignado) chegou a 82,3% ao ano, com recuo de 2,7 pontos percentuais em relação a junho. Os juros do crédito consignado caíram 0,6 ponto percentual para 19% ao ano.

A taxa do cheque especial chegou a 112,7% ao ano, queda de 0,3 ponto percentual em relação a junho.

Já os juros médios do rotativo do cartão de crédito subiram. A taxa chegou a 312% ao ano, com alta de 9,4 pontos percentuais. No caso do rotativo regular, quando o cliente paga pelo menos o valor mínimo da fatura, a taxa chegou a 279,2% ao ano, alta de 31,1 pontos percentuais. A taxa do rotativo não regular chegou a 331,7% ao ano, queda de 2,3 pontos percentuais em relação ao mês anterior.

Essas taxas são do crédito livre, em que os bancos têm autonomia para emprestar o dinheiro captado no mercado e definir as taxas de juros cobradas dos clientes. Já o crédito direcionado tem regras definidas pelo governo, e é destinado, basicamente, aos setores habitacional, rural, de infraestrutura e ao microcrédito.


--Continua depois da publicidade--

No caso do crédito direcionado, a taxa média para pessoas físicas caiu 0,2 ponto percentual para 7,1% ao ano. Para as empresas, a taxa subiu 0,6 ponto percentual para 7,1% ao ano.

Inadimplência

A inadimplência (considerados atrasos acima de 90 dias) das famílias, no crédito livre, recuou 0,1 ponto percentual para 5,1%. A inadimplência das empresas no crédito livre caiu 0,2 ponto percentual para 1,8%.

No crédito direcionado, a inadimplência recuou 0,1 ponto percentual para as famílias, ficando em 1,5%. E para as empresas, permaneceu em 1,9%.

Concessões

As concessões totais de crédito somaram R$ 341 bilhões em julho. Na série com ajuste sazonal, houve elevação mensal de 9,4%, com variações de 13,3% a empresas e de 5,9% para famílias. No acumulado do ano, comparado ao mesmo período de 2019, as concessões totais cresceram 6%, refletindo a elevação em pessoas jurídicas (15,2%), e a contração em pessoas físicas, de 1,7%.

Saldo

O estoque de todas as operações de crédito do sistema financeiro ficou em R$ 3,666 trilhões em julho, aumento de 1% em relação a junho, com acréscimos de 1,2% na carteira de pessoas jurídicas (saldo de R$ 1,6 trilhão) e de 0,9% em pessoas físicas (R$ 2,1 trilhões). Em 12 meses, o crescimento da carteira total acelerou de 9,9%, em junho, para 11,3%, em julho, estimulado pelas operações com empresas, que passou de 11,8% para 15%, enquanto as operações com famílias mantiveram elevação de 8,5%.

Edição: Fernando Fraga

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!

Redes sociais

107,345FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,099SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

PODER LEGISLATIVO
Polêmico, projeto que reajusta salários de prefeito, vice e secretários é aprovado em Lucas do Rio Verde
dezembro 06, 2021
Lucas do Rio Verde
Praça dos Migrantes recebe público na abertura do Natal da Esperança
dezembro 06, 2021
Lucas do Rio Verde
Prova noturna marca a última etapa do Circuito 4 Estações de Corrida de Rua
dezembro 06, 2021
Lucas do Rio Verde
Covid-19: Confira quem está sendo vacinado em Lucas do Rio Verde nesta semana
dezembro 06, 2021