21.6 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 01 dezembro, 2021
InícioECONOMIACombustível em alta: 'inflação do motorista' dispara e é a maior em...

Combustível em alta: ‘inflação do motorista’ dispara e é a maior em 21 anos

Por GloboNews e G1

Com o preço da gasolina, do gás natural (GNV) e do etanol em alta, a inflação para o motorista no Brasil disparou e já chega a 18,46% no acumulado em 12 meses até outubro, segundo um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). É a maior inflação para esse grupo desde 2000.

Esse aumento passou a consumir boa parte do orçamento dos brasileiros nos últimos meses. A alta também provocou uma enxurrada de reclamações de motoristas de aplicativo, que viram a renda do trabalho diminuir – as principais empresas do setor até anunciaram um aumento no repasse no valor da corrida para os trabalhadores.


--Continua depois da publicidade--

Uma comparação com os índices que medem a inflação cheia para o consumidor reforça como a alta de preços tem sido mais expressiva para o motorista:

  • O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – calculado pelo IBGE – acumula alta de 10,25% até setembro; e
  • O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) – apurado pela FGV – subiu 9,57% nos 12 meses até outubro.

 

Para calcular a ‘inflação do motorista’, o Ibre levou em conta uma série de itens, além da variação do combustível. No cálculo, estão preço do automóvel novo e usado, gasto com peças e acessórios, seguro, entre outros.

A gasolina, o GNV (Gás Natural Veicular) e o etanol têm sido o principal vilão“, afirma Matheus Peçanha, pesquisador do Ibre a autor do levantamento.


--Continua depois da publicidade--

“A gasolina e o GNV têm sido prejudicados pelo barril de petróleo, que tem subido de preço por causa da política da Opep, de reduzir a produção. E há o impacto do câmbio porque a Petrobras reajusta os seus preços com base nessas duas variáveis”, acrescenta Peçanha.

Já o preço do etanol acumula uma alta expressiva por causa da crise climática, que prejudicou a produção de cana de açúcar.

Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.

Redes sociais

107,359FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,094SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Em Lucas
Polícia investiga furto de carga de materiais recicláveis avaliada em R$ 15 mil
novembro 30, 2021
SUSPEITO DO PÁLIO PRETO
Homem com diversas passagens é preso após roubo em Lucas do Rio Verde
novembro 30, 2021
EDUCAÇÃO
Assessoria Pedagógica de Lucas do Rio Verde será transformada em Núcleo Regional de Educação 
novembro 30, 2021
Lucas do Rio Verde
Celebrações de Ano Novo em Lucas do Rio Verde não serão realizadas por precaução sanitária
novembro 30, 2021