21.6 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 24 novembro, 2020
Início Coluna do Fabiano de Abreu Tenha orgulho das suas conquistas mas não se envaideça a ponto de...

Tenha orgulho das suas conquistas mas não se envaideça a ponto de não aprender com elas!

Devemos orgulhar-nos sim do que conquistamos, mas deve ser um orgulho na medida certa. Aqui entra a “autorregulação”.
Por Fabiano de Abreu

Todos os dias há uma luta, pequenas conquistas que capacitam a nossa vontade de continuar na nossa demanda. Por outro lado, quando falamos em conquistas significativas, que são apercebidas pelo outro, que serão alvo de críticas (positivas ou negativas) alargamos o perímetro onde nos movemos.

Devemos orgulhar-nos sim do que conquistamos, mas deve ser um orgulho na medida certa. Aqui entra a “autorregulação”.

Sentirmos orgulho sem que este nos cause cegueira e nos permita continuar no caminho das novas aprendizagens, que nos permita ser humildes o suficiente para sabermos que ainda há outros objetivos e outras formas de nos melhorarmos e elevarmos. A vaidade exacerbada alimenta o ego e limita o nosso campo de visão, tolda o pensamento e deixa-nos cair no erro de acharmos ser melhores do que os outros.

Talvez transformando esse orgulho em “HONRA”, para que ele não vire vaidade, seja o caminho correto. Honrar a nossa conquista confere-lhe dignidade (à própria conquista em si mesma, a mim enquanto criador e ao outro enquanto usufrutuário, se assim for o caso).

“Devemos aproveitar a subida de cada degrau, mas sem nunca esquecer a escadaria que ficou para trás.”

Devemos tratar as nossas conquistas com a humildade necessária para que ela se mantenha, para que possamos aprender com ela o caminho para mais e mais vitórias. Devemos ter presente em nosso pensamento que a aprendizagem é contínua e, se soubermos dar o devido valor a cada batalha, iremos apreciar muito mais cada resultado positivo. Resultado este que nos deve orgulhar na medida certa para nos fazer mover no caminho que consideramos certo com vista no que queremos alcançar.

“Quando se conquista algo, essa conquista tem que ser mantida e a humildade é a peça chave para essa manutenção.”

Devemos sentir o que chamo de “orgulho bom” presente em nós através do autorreconhecimento. Um orgulho de satisfação sabendo sempre os limites que separam esse orgulho da vaidade aguçada e absoluta.

A sabedoria está em encontrar o meio-termo, o equilíbrio, o combustível necessário para manter a chama da vontade acesa com objetivo de desbravar novos caminhos, perseguir novas conquistas, acumulando o conhecimento que cada prova nos fez obter.

Sobre o autor do texto: Dr. Fabiano de Abreu
Facebook:https://www.facebook.com/FabianodeAbreuOficial/
Instagram:https://www.instagram.com/fabianodeabreuoficial/
Twitter:https://twitter.com/fabianodeabreur



- Publicidade -

Últimas

Sorriso registrou mais uma vítima de Covid-19

É com profundo pesar que a Prefeitura Municipal de Sorriso confirma o registro de mais um óbito causado pela Covid- 19. Trata-se de um...

Secretaria de saúde de Sorriso intensifica as ações da saúde do homem com atendimento noturno

Durante todo ano é disponibilizada,  através da  Secretaria de Saúde e Saneamento  a assistência à saúde do homem,  no mês de novembro as ações...

Mais de 250 vagas de emprego para esta terça-feira(24) em Lucas do Rio Verde; confira

Vagas de emprego em Lucas do Rio Verde – O Sistema Nacional de Emprego (Sine) em Lucas do Rio Verde oferta 251 novas vagas...

Atlético-GO vence o Sport e deixa o Z-4 do Brasileirão

Na partida desta segunda-feira (23) que encerrou a 22ª rodada do Brasileirão, o Atlético-GO visitou o Sport na Ilha do Retiro e venceu por...
Publicidade
x