32.5 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 20 junho, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOGOV-MTNossa Senhora do Livramento comemora 291º aniversário nesta sexta-feira, 21 de maio

Nossa Senhora do Livramento comemora 291º aniversário nesta sexta-feira, 21 de maio

Construção de ponte de concreto, operação tapa-buracos, entrega de equipamentos para a agricultura familiar, de cestas básicas, cobertores e ajuda financeira emergencial a famílias carentes são resultados destas parcerias
Por CenárioMT

A menos de uma década de seu tricentenário, Nossa Senhora do Livramento, a 38 quilômetros de Cuiabá no sentido Sudoeste, com 13.104 habitantes distribuídos em 5,5 mil km2, comemora nesta sexta-feira, 21 de maio, seu 291º aniversário de fundação com parcerias do Governo do Estado em infraestrutura, agricultura familiar e assistência social.

Em 2020, foi beneficiada com a ponte de concreto sobre o Ribeirão dos Cocais, na MT-050, entre os distritos de Cedral, no município, e Praia Grande, em Várzea Grande. Foram investidos na obra R$ 2,19 milhões.

Em fevereiro deste ano, foi executada, por meio da Sinfra/MT (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística), a operação tapa-buracos em 12 quilômetros da MT-060, entre o perímetro urbano e a BR-070, trecho que o interliga a Cuiabá e a outros municípios do Oeste do Estado.

Será um dos 13 municípios a serem diretamente beneficiados com a pavimentação 265,56 quilômetros de rodovias, entre elas a MT 452, que corta seu território. O anuncio foi feito em abril.

Agricultura familiar 

Em janeiro deste ano, entidades e associações ligadas à agricultura familiar livramentense foram beneficiadas com a entrega, pela SEAF (Secretaria de Estado de Agricultura Familiar), de uma patrulha mecanizada com trator agrícola, carreta basculante  e grade aradora, e dois resfriados de leite com capacidade de até mil litros.

Assistência social

Um total de 893 famílias carentes de Nossa Senhora do Livramento receberá, durante cinco meses, cartões do Programa Ser Família, gerenciado pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), com auxílio de R$ 150 para compra de alimentos.

Em 2020, a Setasc distribuiu 280 cestas básicas e 280 cobertores na Associação de Pessoas com Deficiência (180) e na Associação de Produtores Rurais, de Moradores e Trabalhadores da Comunidade Pai André (100), por meio da campanha Vem Ser Mais Solidário e do Programa Aconchego.

Saúde e repasses

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) repassou ao município 1.125 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 48.371 comprimidos, entre azitromicina (5.947), ivermectina (4.758) e dipirona (37.666), também distribuído em gotas, com 925 frascos.

Entre 2020 e 2021, o Governo do Estado repassou R$ 13,427 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab; R$ 2,066 milhões em assistência social, transporte escolar e emendas parlamentares, entre 2019 e 2020; e R$ 856,94 mil em fundos de saúde entre 2019, 2020 e 2021.

Economia

Segundo dados do IBGE de 2018, serviços, com R$ 99,2 milhões, e administração pública (R$ 80,16 milhões) responderam por mais 60% do Produto Interno Bruto (PIB) municipal, de R$ 292,5 milhões. Agropecuária (R$ 42,59 milhões), indústria (R$ 36,45 milhões) e impostos (R$ 34,09 milhões) fecham a soma. O PIB per capita é R$ 22.108,64.

No mesmo ano, um total de 169 empresas ou organizações atuantes no município, entre elas um frigorífico de peixe e um laticínio, geraram 1.508 ocupações, das quais 1.324 para assalariados. Entre salários e outras remunerações foram pagos R$ 37,687 milhões.

Atualmente, embora impactado pela pandemia, o municípios conta ainda com 15 pequenas agroindústrias – a maioria em fase de certificação municipal – de laticínios, doces, rapadura, queijos e peixe.

Em 2019, um total de 1,1 mil vacas ordenhadas, de um rebanho bovino de 188,8 mil cabeças, produziram 1,56 milhão de litros de leite; e 15,7 mil galinhas, de um rebanho galináceo com 75.168 cabeças, botaram 170 mil dúzias de ovos.

O município conta ainda com 6,6 mil suínos (507 matrizes), 2,6 mil ovinos, 5,3 mil equinos, 563 caprinos e 480 bubalinos; além de uma produção 8,8 mil toneladas de peixes em cativeiro e 3,8 toneladas de mel de abelha.

Nossa Senhora do Livramento é um dos nove maiores produtores mato-grossenses de banana. Foto Empaer

Na agricultura, é nono no ranking estadual de banana, com 2,64 mil toneladas. Embora em pequena escala, produz também soja,  milho, mandioca, cana-de-açúcar, abacaxi, arroz e melancia.

História

Em 1730, foi descoberto ouro no Ribeirão Cocais, a três quilômetros de onde se formou cidade. O primeiro nome foi Cocais, depois São José dos Cocais, em referência ao rio e ao santo protetor. Em 1835, com a criação da Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, mais uma vez o nome foi alterado.

(Reza a lenda que no começo do século XIX, a imagem de Nossa Senhora do Livramento, vinda de Portugal, passava pelo povoado, carregada em um burro. Após uma parada para descanso, o burro empacou. Só andava quando não estava com a imagem, fato constatado depois de várias tentativas. Sendo assim, a comitiva ficou por ali mesmo e construíram um pequeno rancho. Daí o nome atual).

Também em 1835, foi criado o distrito, de Livramento, subordinado a Cuiabá. Quase cinco décadas depois, em 1883 é elevada a vila, ainda como Livramento,  desmembrada de Cuiabá e instalada em 1884. Entre 1943 e 1948, chegou a se chamar São José dos Cocais.


© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

IMPORTUNAÇÃO SEXUAL
Passageiro de Lucas do Rio Verde ‘passa mão’ em idosa durante viagem de ônibus
junho 20, 2021
Lucas do Rio Verde
Agentes de Saúde e Atenção Básica recebem capacitação em Lucas do Rio Verde
junho 19, 2021