37.9 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 20 setembro, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICODIRETO DE BRASÍLIACMO aprova convites a ministros para discutir orçamento do ano que vem

CMO aprova convites a ministros para discutir orçamento do ano que vem

Senadora Rose de Freitas (MDB-ES), presidente da CMO, propôs convite a quatro ministros para falar do Orçamento do ano que vem
Por CenárioMT com inf. Agência Senado

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou, nesta quarta-feira (11), convites para que quatro ministros e um secretário ministerial compareçam ao Congresso para discutir o Projeto da Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2022. O texto está em elaboração e ainda não foi enviado para os parlamentares. Todos os convites foram propostos pela presidente da CMO, senadora Rose de Freitas (MDB-ES).

Foram chamados os ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira; da Educação, Milton Ribeiro; do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho; e da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. Além deles, o também comparecerá à Comissão o secretário especial do Tesouro e Orçamento no Ministério da Economia, Bruno Funchal, que deverá falar sobre o cenário econômico fiscal. As audiências ainda serão agendadas.


--Continua depois da publicidade--

Rose explicou que o objetivo dos convites é integrar os parlamentares ao processo de elaboração do Orçamento. Ela lamentou que, hoje, o Congresso não tenha uma “visão do todo” quando debate a lei orçamentária, pois recebe informações fragmentadas das pastas do Executivo.

— Normalmente o que acontece é que recebemos os relatórios setoriais e eles falam da dinâmica dos ministérios, muito longe daquilo que o Congresso debate permanentemente. A visão que a CMO deveria ter das prioridades estabelecidas pelas diversas regiões e pelo Congresso passa bem longe das diretrizes traçadas por cada área.

Como resultado, segundo ela, muitas vezes a elaboração orçamentária para alguns setores fica abaixo do necessário sem que o Congresso possa interferir. Ela usou o exemplo das políticas sociais para educação, que envolvem os quatro ministérios convidados. A senadora argumentou que, com essas audiências, a CMO poderá participar desses programas a partir de um entendimento mais amplo.

— Que possamos começar o trabalho dentro da expectativa de, enfim, fazer um orçamento integrado à responsabilidade que o Congresso tem, e não como um apêndice secundário que pode ser utilizado na hora da votação para homologar propostas que muitas vezes não atendem às expectativas – concluiu.


--Continua depois da publicidade--

Com informações da Agência Câmara

Redes sociais

107,330FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,037SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

SOB NOVA DIREÇÃO
Novo coordenador da Guarda Municipal é apresentado durante sessão da Câmara
setembro 20, 2021
SEGURANÇA
Policia procura por homem que esfaqueou amigo em Lucas do Rio Verde
setembro 20, 2021
DIA DO GAÚCHO
“É importante manter nossa tradição para as próximas gerações”, diz patrão do CTG de Lucas
setembro 20, 2021
Lucas do Rio Verde
Bairro Jaime Seiti Fujii recebe revitalização da sinalização viária
setembro 19, 2021