25.1 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 26 outubro, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOAL-MTProjeto de lei em Mato Grosso proíbe pessoa de recobrar guarda de...

Projeto de lei em Mato Grosso proíbe pessoa de recobrar guarda de animal vítima de maus-tratos

Por CENÁRIOMT

A diretoria de Bem-estar Animal, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano de Cuiabá, estima que somente na capital mato-grossense tenha em média 14 mil animais abandonados e os casos de abandono e maus-tratos vêm aumentando gradativamente desde 2018 e se intensificaram em 2020, com a pandemia da Covid-19. Em 2021, a média registrada pela Diretoria foi de 98 denúncias por mês no primeiro trimestre, o dobro da média mensal dos anos de 2018 e 2019.

Agora quem machucar um animal doméstico poderá ter punições! É que desde a última sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso realizada no dia 6, tramita o Projeto de Lei n° 923/21, de autoria do deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas), que determina que pessoas que cometerem maus-tratos contra animais domésticos fiquem proibidas de obter novamente a guarda do animal agredido ou de outros animais, e ainda estabelece multa no valor de R$ 1.000 reais, para o agressor.

“Eu não consigo entender como uma pessoa tem coragem de maltratar um animal. Há uma sensação de impunidade, por parte dos que praticam atos cruéis, a ideia que passa é que não serão punidos. Consequentemente, o que vemos são inúmeras reportagens expondo as situações extremas de crueldade contra os bichos indefessos, especialmente cães e gatos”, comentou Paulo Araújo.

No parágrafo único do projeto de lei, afirma que sem prejuízo da multa já estabelecida, fica ainda o agressor dos maus tratos responsável por arcar com as despesas veterinárias, medicamentos e tratamentos que forem necessários para a reabilitação do animal agredido.

“É dever do Estado, proteger os animais da extinção e de todo tipo de crueldade é por isso que apresentamos esta proposta, dispondo de mais uma ação com vistas a zelar pela vida e pelo bem estar dos animais domésticos, impedindo que estes que sofreram maus-tratos tenham sua guarda devolvida ao agressor e que também todo individuo comprovadamente reconhecido por condutas abusivas e cruéis contra animais não possa ser tutor de novos animais”, concluiu Araújo.

Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.

Redes sociais

107,341FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,067SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Palestras sobre tecnologia e inovação movimentam semana de estudantes da rede municipal de Lucas do Rio Verde
outubro 26, 2021
EDUCAÇAO
Palestras sobre tecnologia e inovação movimentam semana de estudantes da rede municipal de Lucas do Rio Verde
outubro 26, 2021
NOVO MERCADO
Unidade da BRF de Lucas do Rio Verde recebe habilitação para exportação para Singapura
outubro 26, 2021
CHUVAS AJUDARAM
Plantio da safra de soja avança em Lucas do Rio Verde e chega a 99% da área cultivável plantada
outubro 26, 2021