Deputados pedem mais prazo e votação da Reforça da Previdência é adiada mais uma vez

0

Cinco parlamentares pediram vista e têm mais 5 dias para avaliar melhor o texto

A votação da Reforma da Previdência dos servidores do Estado foi adiada mais uma vez.

Em sessão na manhã desta quarta-feira (5), os deputados pediram vista do projeto e ela deve voltar à pauta daqui 5 dias. A apreciação do texto há foi postergada por várias vezes.

Durante a sessão, os deputados Sílvio Fávero (PSL), Wilson Santos (PSDB), Ulysses Moraes (PSL), Elizeu Nascimento (DC) e Dilmar Dal Bosco (DEM) pediram mais prazo para apreciar o projeto encaminhado pelo Executivo. A mensagem é polêmica e já gerou vários protestos dos funcionários públicos, que descordam dos ajustes propostos pelo Estado para economizar com o pagamento das aposentadorias.

A primeira fase da Reforma já foi aprovada e estabeleceu contribuição de 14%. 3% a mais do que a contribuição em vigor. A idade mínima também foi alterada e fixada em 62 para mulheres e 65 para homens. Antes a idade era de 55 e 60 respectivamente.

O valor máximo de aposentadoria que o servidor pode receber será de R$ 6,1 mil. Ainda há emendas que tratam sobre a maneira que o salário será calculado e ainda necessitam de apreciação, além de outros pontos discutidos pelos servidores.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (23/09/2020)


Amazonia 03 de Junho