Prefeito acusa a Câmara de Vereadores de travar o progresso de Lucas do Rio Verde

0

Na manhã desta quinta-feira (13) o prefeito de Lucas do Rio Verde, Luiz Binotti, reuniu a imprensa em seu gabinete para falar sobre o descompromisso dos vereadores em relação à aprovação de alguns projetos que estão em tramitação há pelo menos 150 dias na Casa de Leis.

A Câmara Municipal realizará amanhã, sexta-feira (13) a última sessão ordinária antes do recesso parlamentar.

De acordo com o Chefe do Executivo Municipal, projetos importantes como o recapeamento do asfalto no bairro Menino Deus e obras de universalização do esgoto sanitário estão parados, pois não há verba para a compra de material, o que na visão do Prefeito, poderia ser solucionado com a aprovação do projeto autorizando empréstimo junto a Caixa Econômica em sua totalidade, ainda em julho passado, ao valor de R$ 34 milhões.

A época, após dois substitutivos, os vereadores aprovaram o projeto autorizando o prefeito a buscar financiamento somente no valor de R$ 18 milhões.

A prefeitura adquiriu uma usina de asfalto (CBUQ) que já esta pronta para iniciar as atividades. “Precisamos de recursos agora para compra de material e mão de obra. Temos um projeto na Câmara de Vereadores, protocolado desde o dia 04 de julho, juntamente com o projeto que autoria a fazer o empréstimo para revitalização da MT-449. São projetos que estão parados e fazem parte do pacote de empréstimo de R$ 34 milhões, onde íamos adquirir também ônibus e construção de uma escola no bairro Parque das Américas”, relatou o prefeito.

Fizemos audiência pública, escutamos os vereadores e recuamos e reformulamos o projeto para R$ 27 milhões, sendo um empréstimo de R$ 18 Milhões e outros dois de R$ 4,5 Milhões cada”, comentou Binotti, afirmando que devido a demora (cerca de 150 dias) em aprovação do projeto de maior valor, os recursos junto a Caixa Econômica acabaram e não foi possível o município de Lucas do Rio Verde ser contemplado.

“Eu quero informar a população, pois não quero que o mesmo aconteça, a demora na aprovação dos outros R$ 9 Milhões. Aliás, já está acontecendo, pois há mais de 150 dias que esse projeto também está lá (em tramitação na Câmara) e não foi votado”, argumentou.

Ainda de acordo com o prefeito de Lucas do Rio Verde, municípios como Sorriso e Sinop também pegaram empréstimos junto a Caixa Econômica ao valor de R$ 45 Milhões e R$ 90 Milhões, respectivamente.

“Então eu pergunto a você, minha amiga, meu amigo luverdense! Quando Lucas do Rio Verde não pega esses recursos, estamos perdendo competitividade. Então eu peço que a população cobre dos vereadores, pois temos mais de 10 projetos que estão na Câmara e estou receoso que os vereadores façam sessão amanhã (sexta-feira) e deixem projetos importantes sem votar”, frisou Binotti.

Caso os projetos não sejam votados, segundo o Prefeito, o Poder Público poderá pedirá sessão extraordinária durante o recesso parlamentar. “Porém, estamos sentindo que podem fazer essa última sessão e deixar projetos importantes sem votar. Não só esses do financiamento, mas também projeto como a permuta com o Ministério Público do terreno, projeto de doação de terreno para a Defensoria Pública, da própria OAB que tem que ser feito ainda esse ano”, disse.

Para o prefeito, é inconcebível os vereadores saírem em recesso sem aprovar os projetos de relevância para o Município.

“Eu enquanto gestor de Lucas do Rio Verde, não posso admitir esse tipo de situação. Houve trancamento de pauta por motivos que não são suficientes. As últimas sessões não foram produtivas e nós precisamos realmente que a Câmara de Vereadores faça sua parte, pois se não o Executivo faz a parte dele ao mandar os projetos para ficarem 150 dias na gaveta, as coisas não andam”, finalizou o prefeito Luiz Binotti.

Binotti vem tendo problemas com a Câmara de Vereadores, recentemente o Presidente da Câmara, Dirceu Cosma trancou a pauta alegando que o motivo do bloqueio, seria uma entrevista concedida pelo prefeito Luiz Binotti, o qual ele afirma “que muitos projetos de lei ficam engavetados e que passam os meses e não são votados”.

Binotti finalizou a coletiva, dizendo que em Lucas, isso nunca aconteceu, e que não consegue enxergar uma explicação para ficar 150 dias um projeto engavetado.

Nao podemos travar o progresso de Lucas do Rio Verde, toda quinta-feira esperamos os vereadores para apresentar projetos, discutir os projetos, reavaliar e até mesmo recuar caso necessário, porém infelizmente poucos comparecem

EM LUCAS: presidente tranca pauta e cobra esclarecimento do Prefeito


-
-