Casas de estudantes da UFMT abrigados pelo auxílio moradia também tem energia suspensa

Corte se deu em razão de contas atrasadas.

0

As duas casas que abrigam estudantes de outros municípios e estados, por meio do auxílio moradia da Universidade Federal da Mato Grosso (UFMT) também tiveram o fornecimento de energia suspenso nesta terça-feira (16), em Cuiabá.

De acordo com a instituição, o corte se deu em razão de contas atrasadas. Ao todo, seis faturas estão em atraso, sendo quatro do ano de 2018 e duas de 2019.

Uma das residências atingidas fica dentro do próprio campus. A outra, onde são abrigados estudantes homens, fica no Bairro Jardim Itália, na capital.

De acordo com o Diretório Central dos Estudantes (DCE), cerca de 100 alunos foram atingidos pelo corte.

No Restaurante Universitário (RU) também houve suspensão do fornecimento. No horário do almoço, como as refeições já haviam sido entregues, os estudantes comeram no escuro.

Entretanto, um recado pregado na porta do RU informa que o jantar não será fornecido hoje, em razão da falta de energia.



Em nota, a UFMT informou que uma reunião seria realizada durante a tarde e que, um comunicado sobre os avanços e resultados do encontro seria emitido.

No entanto, o valor da dívida não foi divulgado.

Os cortes atingem ainda os campus do interior e o hospital veterinário.

 

Com 6 contas atrasadas, UFMT tem fornecimento de energia elétrica suspenso por falta de pagamento