De alpiste em alpiste a corrupção enche o papo

0

Segundo o prefeito de uma cidade no interior do Paraná: o aluguel de radares para aferir a velocidade dos automóveis, custa X mil reais mês. Então, para alugar estas máquinas, a prefeitura precisa pagar aquela importância. E pode fazer isto de uma maneira fácil, tirar da saúde, do esporte, laser, do departamento de saneamento básico, ou qualquer outro e quitar a obrigatoriedade contratual. Como também pode fazer deste modo, multar motoristas com câmeras escondidas. Desta maneira não tira verbas de pontos essenciais à sociedade. E do mesmo modo, cumpre a obrigação contratual.

O atual presidente da república, quer retirar a indústria de multas do Brasil. Argumenta que, se o limite é este, quem quiser andar acima do estipulado, que faça, mas arcará com suas consequências. Já os defensores dos radares dizem que, os números não mentem. E há redução no quadro de acidentes, causados quando os “pardais” estão ativos.


Continua depois da publicidade-pix


Pois bem, como resolver a questão? Esta se assimila a uma sinuca de bico. Moramos em um país corrupto, que arruma argumentos dos mais esdrúxulos, para retirar dinheiro do povo. Porém, não há como agradar a gregos e troianos.

Igualmente, também é verdade, caso o governo fizesse leis rígidas e as aplicasse, sem dar ouvidos a justiça e seus recursos. A economia seria muito grande. Educar a população para que ande nos limites de velocidade, sem beber, ou usando substâncias alucinógenas.

-Continua depois da publicidade ©-

Isto posto, não seriam necessário pardais, pois todos respeitariam a velocidade. E sendo assim, não haveriam multados ou acidentados.

Contudo, isto não parece ser de interesse da corrupção, esta quer dinheiro, dos pardais, da saúde, do saneamento básico melhor ainda se vier da educação. Assim mantém os muares sob controle.

Pode até parecer pouco, entretanto, de alpiste em alpiste, o pardal enche o papo da corrupção.

Eita, esta no Brasil é uma casa da moeda de fazer inveja.

Paulo Cesar





-Patrocinador-