Messi pede o reforço de Neymar, e Barça estuda envolver Griezmann em operação, diz jornal espanhol

0

Messi quer Neymar jogando ao seu lado. Ao menos, é o que publica o jornal “El Mundo” nesta terça-feira. Inclusive, o argentino pediu o retorno do brasileiro ao presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, que estaria estudando uma forma de tornar viável a operação. Para isso, segundo o jornal, poderia envolver na negociação Griezmann, com quem o clube catalão tem um acordo verbal desde março.

Explica-se: o elenco do Barcelona, leia-se Messi, é favorável a um retorno de Neymar e também não tem se entusiasmado com a ideia de contar com Griezmann. Acontece que o francês já anunciou a saída do Atlético de Madrid, supostamente por ter fechado com o Barcelona em março. No caso de uma reviravolta, o PSG poderia entrar no lugar dos catalães na negociação com o campeão mundial.


Continua depois da publicidade

Fato é que a multa rescisória do atacante com o Atlético de Madrid cairá a partir de julho de € 200 milhões para € 120 milhões – e alguém pagará por isso. Essa é apenas uma das questões que o Barcelona teria que lidar para abrir mão de Griezmann e negociar um eventual retorno de Neymar.

O atual salário de Neymar no PSG, de € 36,8 milhões por ano, também teria que ser reduzido. Além de outras questões práticas. O brasileiro tem um processo contra o Barcelona por um bônus de renovação não pago, no valor de € 26 milhões. O Barça alega que o contrato não foi cumprido, pois menos de um ano depois da renovação, assinada em outubro de 2016 e com validade até 2021, ele se transferiu para o PSG. A defesa do craque, por sua vez, não entende dessa maneira.

-Continua depois da publicidade ©-

Neymar tem contrato com o PSG até o meio de 2022. Diferentemente do que aconteceu há dois anos, quando o clube francês pagou a multa rescisória de 222 milhões de euros para tirá-lo do Barcelona, desta vez não há multa rescisória. Ou seja, o desejo do camisa 10 da Seleção não será suficiente para que ele deixe Paris.





-Patrocinador-