Após chuvas, Sumaré decreta situação de emergência

0

O prefeito de Sumaré (SP), Luiz Dalben, decretou situação de emergência na cidade após as fortes chuvas registradas na região de Campinas na última sexta-feira (4) e sábado (5).

Segundo o decreto, os órgãos da prefeitura deverão trabalhar em conjunto para minimizar os riscos e solucionar os problemas provocados pelas chuvas, principalmente nos bairros Jardins Primavera, Dulce, Basilicata, São Domingos, Três Pontes e Vila Diva, os mais atingidos. O decreto autoriza servidores desses órgãos a entrar nas residências para prestar socorro, em caso de risco iminente, e para determinar a pronta evacuação.


Na noite de sexta e madrugada de sábado, a cidade registrou 130 milímetros (mm) de chuva, volume três vezes maior que o esperado. Com a chuva o Ribeirão Quilombo transbordou, afetando principalmente famílias de áreas de ocupação e bairros que são mais próximos ao rio.

Segundo a prefeitura, 38 famílias tiveram que ser abrigadas em escolas e estão recebendo alimentação, doação de roupa e atendimento médico, entre outros.

“Nossas equipes estão monitorando a situação nas ruas da cidade desde o início da tarde de ontem [sábado], retirando as famílias de áreas de risco conforme foi havendo necessidade, porém, foram diversos pontos de alagamentos e inundações, que causaram danos nas vias públicas, pontes, adutoras e residências. Trabalhamos 24 horas por dia para minimizar os riscos à população e prestar assistência às famílias desabrigadas. Conforme as águas forem baixando, a Defesa Civil fará a vistoria das casas, liberando as famílias para o retorno ao lar”, disse o prefeito Luiz Dalben.

  Metade das prefeituras gasta menos de R$ 403 ao ano na saúde

Edição: Denise Griesinger