Público chega animado para acompanhar a posse de Bolsonaro

0

Apesar de a Esplanada dos Ministérios ter sido aberta ao público às 9h, o fluxo de pessoas para a posse do presidente Jair Bolsonaro aumentou pouco antes das 13h. As filas na primeira barreira de revista, às 14h40, chegavam à rodoviária urbana de Brasília, cerca de 500 metros do local. A Polícia Militar do Distrito Federal reforçou a equipe de revista, com mais 20 policiais.

A espera na fila não tirou a animação da fluminense Joana D’Arc Trol da Silva. Liderando um grupo de 12 amigos de Niterói, Joana D’Arc cantava e pulava sem parar, agitando os que estavam a sua volta. “O mito chegou, e o Brasil acordou”, cantava Joana D’Arc, vestida nas cores da Bandeira do Brasil.


Para ela, a posse de Bolsonaro será o acontecimento do século. “Apostei todas as minhas fichas no Bolsonaro, porque quero mudança. Mudança não é o PT, o MDB ou o PDT”, disse Joana D’Arc. “Eu sei que o primeiro ano dele será difícil, mas a palavra é mudança”.

Quando a Polícia Militar ampliou a área de revista, as pessoas que aguardam nas filas correram e gritaram em coro “mito, mito, mito”. Entre camisetas e chapéus nas cores da Bandeira do Brasil, faixas presidenciais estilizadas e bonecos infláveis de Bolsonaro se destacavam.

  Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança

Um grupo de 30 motociclistas de Campinas se diferenciou pela cor. Eleitores de Bolsonaro, vestiam camisetas laranjas, cor do Partido Novo. O grupo também chamava a atenção pela euforia. “Viemos trazer boas energias”, Ana Paula Ataíde.

Segundo Ana Paula, a posse de Bolsonaro é um marco na história brasileira. “Agora todos temos de colaborar. Não basta só o governo fazer,  cada brasileiro tem de fazer a sua parte”, afirmou.

Edição: Sabrina Craide