É possível evitar o desconforto das pulgas e carrapatos nos pets

Tratamentos rápidos e seguros são essenciais para a saúde dos animais e o controle dos ectoparasitas no ambiente

Fonte: Sérgio Dias

E possivel evitar o desconforto das pulgas e carrapatos nos pets Pixabay 1

A prevenção de pulgas e carrapatos nos pets é fundamental durante o ano inteiro, com o claro objetivo de evitar de desconforto a zoonoses graves nos gatos e cachorros, além do que esses ectoparasitas são uma ameaça para toda a família.

Normalmente associadas as altas temperaturas do verão, a proliferação de pulgas e carrapatos também acontecem no clima mais ameno do outono, por esse motivo o tutor não deve se descuidar ou espaçar os tratamentos preventivos.

A redução da umidade do ar e a queda de folhas secas também contribuem com a reprodução desses ectoparasitas, que causam desde desconforto até doenças graves nos pets.

Mundo Animal direto no seu WhatsApp!

Acesse o Mundo Animal no WhatsApp e receba conteúdos incríveis sobre animais: curiosidades, vídeos, fotos e muito mais! Explore o mundo selvagem e aprenda com a gente!

Tratamentos rápidos e seguros são essenciais para a saúde dos animais e o controle dos ectoparasitas no ambiente

É possível evitar o desconforto das pulgas e carrapatos nos pets

[Continua depois da Publicidade]

As pulgas podem causar dermatite alérgica à picada, reação alérgica intensa que causa inflamação da pele, prurido e perda de pelos; verminoses, que causam diarreia, vômitos e perda de peso; bartonelose, infecção bacteriana que causa febre, letargia, inchaço dos linfonodos, perda de peso, podendo levar a complicações sérias, como infecção das válvulas cardíacas, dentre outras.

Já os carrapatos são responsáveis por doenças ainda mais graves, tanto nos pets quanto no tutor e sua família. Nos pets, como exemplo, a erliquiose causa febre, letargia, insuficiência renal e pode levar à óbito; a doença de Lyme também causa febre, claudicação intermitente, letargia e, até mesmo, problemas neurológicos e cardíacos, enquanto a febre maculosa pode causar sintomas leves ou severos, como febre, letargia, dor nas articulações, aumento dos linfonodos e dificuldade respiratória.

Em humanos a doença de Lyme causa lesão cutânea avermelhada, febre, dores articulares, fadiga e, em casos graves, pode afetar o sistema nervoso e as articulações.

A erliquiose pode causar febre, dor muscular, dor de cabeça, calafrios, mas também podem levar a complicações sérias. A febre maculosa inicia com os mesmos sintomas das demais infecções, porém, posteriormente surgem manchas vermelhas nos pulsos e tornozelos, que podem se expandir para outras partes do corpo.

A proliferação de pulgas e carrapatos também acontecem no clima mais ameno

E possivel evitar o desconforto das pulgas e carrapatos nos pets Pixabay 1

“Apesar dos recentes casos de febre maculosa terem acendido o alerta sobre a real importância de se prevenir de carrapatos, ainda há quem pense que o risco de contrair ectoparasitas não seja tão grande, especialmente quando o clima fica mais ameno ou quando o pet não costuma sair de casa, como é o caso da maioria dos gatos”, comenta Henry Berger, médico-veterinário, Head Latam e Diretor-Geral da VetFamily no Brasil.

As pulgas podem chegar até nossas casas presas a nossas roupas e calçados e se alojam em cantos e frestas dos ambientes, posteriormente se alimentando do sangue dos animais e se reproduzindo.

Já o clima seco do inverno é de grande incidência de carrapatos, que também ficam nas gramas, folhas caídas e igualmente podem ser levados para dentro de casa.

Tratamentos rápidos e seguros são essenciais para a saúde dos animais e o controle de pulgas e carrapatos no ambiente. Além disso, os médicos-veterinários têm papel fundamental no alerta para os tutores, auxiliando-os a manterem as medidas preventivas ao longo de todo o ano.

Sérgio Dias é jornalista, editor dos jornais Alpha Autos e BLEH!, do blog Alpha Lazer e da fanpage @CoisaVelha - que tem mais de um milhão de seguidores no Facebook e Instagram. Desde 2020 é um dos “Top 25 dos +Admirados Jornalistas da Imprensa Automotiva” do Brasil, na votação promovida pelo Jornalistas&Cia Imprensa Automotiva, sendo que em 2023 foi o quarto mais admirado.