Nosso pessoal trabalha com afinco, é muito competente. Cada um atende cerca de 80 pessoas, diariamente. Nossa demanda é grande. Eu considero a nossa equipe heroica”, disse Sérgio Nery. 

Lucas do Rio Verde recebe cada dia mais migrantes, e um dos reflexos desse aumento populacional é o trânsito, cada vez mais saturado, dado o número aumentado de veículos, especialmente nos horários de rush (maior movimento, que compreendem fim da manhã/início da tarde e fim da tarde/início da noite). Provando que a frota está inchada, existem hoje cerca de 45 mil veículos automotores emplacados em Lucas do Rio Verde. “Se incluirmos os veículos com placa de fora, são mais de 50 mil veículos trafegando em nossa cidade”, disse Sérgio Nery, Chefe da 49ª CIRETRAN de Lucas do Rio Verde. Sérgio nos disse que em 2017, o Detran gerou uma receita de mais de R$ 11 milhões para Lucas, referentes aos 50% do IPVA pagos por proprietários de veículos emplacados aqui.

 


De acordo com o volume de processos de transferência e de novos emplacamentos, a estimativa para o próximo ano é o aumento na arrecadação de aproximadamente R$ 3 milhões, chegando a um montante de R$ 15 milhões. Com a Emplaca Lucas, campanha promovida pela Prefeitura Municipal para estímulo do emplacamento e de transferência de veículos de outras jurisdições, onde a pessoa concorre ao prêmio de R$ 3.500 todos os meses pela Loteria Federal, Sérgio avalia que haverá um aumento significativo na arrecadação.

 

Questionado sobre os casos em dívida ativa, Sérgio explicou que somente quem deixa o documento vencer de um ano para o outro está nessa situação. “Isso complica muito para o usuário. Até alguns dias atrás, a pessoa teria que ir até Cuiabá para negociar, e isso demorava, além dos gastos e transtornos. Há cerca de dois meses o Governo do Estado liberou o site da PGE (Procuradoria Geral do Estado) para negociar a dívida ativa. A pessoa acessa o site, clica no ícone de um carro com o título IPVA – Dívida Ativa, insere o CPF do dono do veículo, o número do RENAVAM e negocia. Conforme o montante da dívida, pode parcelar em até 10, 12 vezes”, disse Sérgio. Lembrando que quando a pessoa cai na dívida ativa o CPF fica prejudicado, com restrição para toda e qualquer negociação que necessite do CPF limpo.

 

A estrutura da 49ª Ciretran é pequena, está apertada, mas o diferencial está na equipe. “Nosso pessoal trabalha com afinco, é muito competente. Cada um atende cerca de 80 pessoas, diariamente. Nossa demanda é grande. Eu considero a nossa equipe heroica”, disse Sérgio Nery.

 

Para maiores informações, o atendimento ao público da 49ª CIRETRAN acontece de 2ª a 6ª feira, das 12 às 18h, na Rodovia MT-449 – km 2, ao lado do quartel dos Bombeiros.

 

 

Veja também:
• “O trânsito de Lucas do Rio Verde precisa de uma reengenharia física e educacional”, afirma Callai

• Trânsito em Lucas: Carro e a dificuldade em estacionar

 





| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui