Mulheres chefes de família terão prioridade em programas habitacionais
Governo do estado sancionou a Lei 10.745/2018, de autoria da deputada estadual Janaina Riva (MDB)
Publicado em 02/09/2018 às 06:33 | REDAÇÃO
+ -





O governo do estado sancionou a Lei 10.745/2018, de autoria da deputada estadual Janaina Riva (MDB), que dá prioridade à mulher chefe de família, à mulher idosa e à mulher com deficiência nos programas habitacionais populares de Mato Grosso.

Em seu artigo primeiro, o projeto prevê que os programas de habitação popular, implementados ou financiados pelo estado, destinados à população cuja renda familiar varia de zero a três salários mínimos, deverão prever atendimento preferencial às mulheres chefes de família, idosas e mulheres com deficiência, respeitados os critérios da Lei 10.741/2003, Estatuto do Idoso.

Segundo Janaina, o alcance social deste projeto é imensurável já que é crescente em Mato Grosso e no Brasil o número de mulheres que são chefes de família, que criam filhos sozinhas e ainda moram de aluguel. Fora isso, vai facilitar muito o acesso das mulheres com deficiência e idosas à habitação popular.

“Sabemos que o número de mulheres chefes de família é crescente. Muitas abandonadas pelos companheiros e que criam os seus filhos sozinhas, com muito sacrifício. Algumas esperam décadas nos cadastros para acesso à habitação popular. Nada mais justo que a prioridade nas unidades habitacionais seja dessas mulheres e das pessoas idosas, bem como das com deficiência. Esse dinheiro do aluguel faz toda a diferença no orçamento familiar quando se sustenta a casa sozinha”, explica.

Leia:  Em MT, Bolsonaro lidera com 39% para presidente; Haddad tem 14%





Os comentários estão desativados.