Saúde estadual descarta confirmação de casos de sarampo em Goiás

0

De 40 casos suspeitos, oito permanecem sob investigação pela Secretaria de Estado da Saúde, que alerta para importância da vacinação. Campanha segue até 31 de agosto.

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que não foi confirmado nenhum caso de sarampo em Goiás. Até o momento, foram notificados 40 casos suspeitos. Desses, 32 foram descartados e oito permanecem sob investigação. Ao mesmo tempo, a SES-GO segue com a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo em todos os municípios goianos até o próximo dia 31, o “dia D” será no sábado, dia 18 de agosto. O objetivo é proteger crianças de um ano a quatro anos, 11 meses e 29 dias contra essas duas graves enfermidades.
Embora não haja nenhum caso confirmado em Goiás, o secretário de Estado da Saúde de Goiás, Leonardo Vilela, alerta os pais ou responsáveis das crianças para vaciná-las em postos de saúde espalhados pelo Estado. Atualmente ocorrem dois surtos de sarampo no Brasil, em Roraima e no Amazonas, com registros de casos isolados em outros Estados.
Até o momento, foram confirmados cinco mortes por sarampo no Brasil. Dessas, quatro ocorreram em Roraima (três de estrangeiros e uma de brasileiro) e uma no Amazonas (de brasileiro).
Tais surtos, de acordo com informações do Ministério da Saúde (MS), estão relacionados ao que os técnicos chamam de “importação”, que é entrada acentuada de venezuelanos no Brasil. Dados repassados pelo MS indicam que até o dia 8 de agosto foram confirmados 778 casos de sarampo no Amazonas e outros 5.058 permanecem sob investigação. Em Roraima foram confirmados 281 casos da doença e 111 continuam sendo analisados. Alguns casos isolados e também relacionados à “importação” foram identificados em São Paulo (um), Rio de Janeiro (14), Rio Grande do Sul (13), Rondônia (um) e Pará (2).
O MS permanece acompanhando a situação e prestando o apoio necessário aos Estados. As medidas de bloqueio por meio da vacinação, mesmo em casos suspeitos, estão sendo realizadas em todos os Estados brasileiros.
Comunicação Setorial SES
  Protestos violentos tomam conta de Caracas e cidades da Venezuela

| deixe sua opinião |

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui