Nomes surgem em Mato Grosso para disputa do governo em 2018
Publicado em 16/04/2017 às 17:12 | CenárioMT
+ -




A reeleição do governador Pedro Taques (PSDB) que deve ser a única opção dos tucanos para 2018 como já dito pelo deputado estadual Wilson Santos (PSDB) não deverá ser das mais tranquilas.

 

Nomes fortes circulam no Cenário Político Mato-grossense, assim como o nome do  presidente do Tribunal de Contas do Estado, Antonio Joaquim, que já afirmou que  pretende retornar a política,  vem sendo namorado para se filiar ao PMDB, e já teve convite oficializado pelo PP.

 

Caso não ocorra a filiação de Antonio Joaquim ao PMDB, o partido tem disponível o ex-prefeito de Sinop Juarez Costa (PMDB), já o PP tem o secretário nacional de Política Agrícola do Ministério da Agricultura Neri Geller  (PP), que foi vereador por oito anos em Lucas do Rio Verde e também foi ministros da Agricultura do governo de Dilma Rousseff (PT).

 

Outro partido que não garantiu apoio a reeleição de Pedro Taques foi o PSB, e pode colocar a disposição o nome do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB) para disputar o governo.

 

O PT também vem trabalhando no processo de reestruturação da legenda no estado e não descarta a possibilidade de uma candidatura própria ao governo, tendo Lúdio Cabral como seu principal nome para a disputa.

 

 

Embora ainda sejam apenas especulações, caso concretizar o nome de Taques a reeleição, certamente grupos fortes irão dificultar a vida do governador e o Estado poderá ter uma das mais acirradas eleições para o governo. Lembrando que está tudo em aberto por enquanto. O quadro deve se redesenhar nos próximos meses.