Hora que a onça-pintada bebe água; VÍDEO

Fonte: CenarioMT

Caça através de emboscadas, sendo um importante predador no topo da cadeia alimentar e pode comer qualquer animal que seja capaz de capturar, desempenhando um papel na estabilização dos ecossistemas e na regulação das populações de espécies de presas.
Caça através de emboscadas, sendo um importante predador no topo da cadeia alimentar e pode comer qualquer animal que seja capaz de capturar, desempenhando um papel na estabilização dos ecossistemas e na regulação das populações de espécies de presas. Foto: reprodução/@Ailton Lara.

Quem costuma procurar um lugar para uma aventura selvagem, sem dúvida procura a região de Porto Jofre, distrito de Poconé, em Mato Grosso (MT), para observar, principalmente a onça-pintada.

Porto Jofre fica ao final da Estrada Transpantaneira, já na divisa com Mato Grosso do Sul.

O local é o berçário das onças-pintadas, e sem dúvida, a região com a maior concentração dessas onças do mundo.

Guia Turístico Ailton Lara sempre filma flagrantes incríveis desses felinos.

[Continua depois da Publicidade]

Em sua página no Instagram, Lara publica e compartilha com os seguidores o dia a dia das onças-pintadas. Como é o caso dessa que foi flagrada bebendo água.

Hora que, literalmente a onça bebe agua

Onça-pintada

onça-pintada ou jaguar (Panthera onca) é uma espécie de mamífero carnívoro da família dos felídeos (Felidae) encontrada nas Américas. É o terceiro maior felino do mundo, após o tigre e o leão, e o maior do continente americano.

Apesar da semelhança com o leopardo (Panthera pardus), a onça-pintada é evolutivamente mais próxima do leão (Panthera leo). Ocorre desde o sul dos Estados Unidos até o norte da Argentina, mas está extinta em diversas partes dessa região atualmente. Nos Estados Unidos, por exemplo, está extinta desde o início do século XX, mas possivelmente ainda ocorre no Arizona.

É encontrada principalmente em ambientes de florestas tropicais, e geralmente não ocorre acima dos 1 200 m de altitude. A onça-pintada está fortemente associada à presença de água e é notável como um felino que gosta de nadar.

É um felino de porte grande, com peso variando de 56 a 92 quilos, podendo chegar a 158 quilos, e comprimento variando de 1,12 a 1,85 m sem a cauda, que é relativamente curta.

As onças pintadas possuem mandíbulas excepcionalmente fortes, apresentando as mais poderosas mordidas dentre todos os grandes felinos. Isso permite que ela fure a casca dura de répteis como a tartaruga e de utilizar um método de matar incomum: ela morde diretamente através do crânio da presa entre os ouvidos, uma mordida fatal no cérebro.

É um animal crepuscular e solitário. Caça através de emboscadas, sendo um importante predador no topo da cadeia alimentar e pode comer qualquer animal que seja capaz de capturar, desempenhando um papel na estabilização dos ecossistemas e na regulação das populações de espécies de presas.

É encontrada principalmente em ambientes de florestas tropicais, e geralmente não ocorre acima dos 1 200 m de altitude
É encontrada principalmente em ambientes de florestas tropicais, e geralmente não ocorre acima dos 1 200 m de altitude. Foto: reprodução/@Ailton Lara.

A área de vida pode ter mais de 100 quilômetros quadrados, com os machos tendo territórios englobando o de duas ou três fêmeas. A onça-pintada é capaz de rugir e usa esse tipo de vocalização em contextos de territorialidade. Alcança a maturidade sexual com cerca de 2 anos de idade, e as fêmeas dão à luz geralmente a dois filhotes por vez, pesando entre 700 e 900 gramas. Em cativeiro, a onça-pintada pode viver até 23 anos, mais do que em estado selvagem. (Fonte: Wikipédia)

Se você gostou deste post: Conheça a naja negra que cospe veneno; VÍDEO  – vai gostar também de ler esta notícia: Casal acorda e encontra cobra venenosa em cima da cama.

Siga-nos no Facebook Twitter para se manter informado com as notícias de hoje!

[Continua depois da Publicidade]
Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre a região norte de Mato Grosso.