23.9 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 14 abril, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDELucas: Prefeitura pode publicar novo decreto regulamentando atividades durante a pandemia

Lucas: Prefeitura pode publicar novo decreto regulamentando atividades durante a pandemia

Último boletim classifica Lucas do Rio Verde como município com risco muito alto de contágio de covid-19
Por Da Redação

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde deve publicar ainda hoje novo decreto regulamentando atividades no município em razão da pandemia covid-19. O último decreto que definiu horário de funcionamento de comércios vigorou até o domingo (04).

Segundo a reportagem de CenárioMT apurou, o documento já está previamente elaborado. O poder público municipal aguarda algumas definições do Estado sobre serviços essenciais. O debate mais acalorado de ontem em Cuiabá, foi quanto a reconhecer a educação como serviço essencial. Projeto neste sentido chegou a ser debatido e votado em primeiro turno na Assembleia Legislativa. Porém, um pedido de vistas impediu que ele fosse levado à segunda votação. Eventual aprovação poderia permitir a retomada de aulas em escolas públicas no Estado, seguindo restrições relacionadas à prevenção à covid-19. É possível que a matéria retorne ao plenário da ALMT ainda nesta terça-feira.

Mesmo com as restrições impostas nos últimos dias, Lucas do Rio Verde segue como cidade com classificação de risco multo alto de contágio de covid-19. O boletim epidemiológico divulgado ontem mostra que 46 novos casos foram registrados elevando para 166 casos ativos de coronavírus. Oficialmente o número de pessoas com exames confirmados para covid-19 ultrapassou a 10,5 mil.

Em Lucas do Rio Verde-MT, na sessão ordinária de ontem, 05, a vereadora Ideiva Foletto, sugeriu por meio de indicação ao Prefeito municipal, que a educação seja considerada atividade essencial no município.

Essa proposta pretende garantir o retorno do ensino presencial, desde que haja condições seguras no âmbito da saúde pública, bem como no atendimento às normas de biossegurança pela comunidade escolar, com o argumento de que o tempo de fechamento de escolas em razão da pandemia acarreta em enorme prejuízos aos alunos pela operacionalização das atividades escolares sendo operacionalizadas de forma remota. Importante lembrar que temos aqui no Município muitas crianças e adolescentes que não tem acesso à internet de forma qualificada, havendo, portanto, limitações e grandes prejuízos no aprendizado” disse a vereadora.

Os dados que definem a classificação de risco e a necessidade de medidas restritivas são ligados a ocupação de UTIS covid no Estado. Em Lucas do Rio Verde, todos os leitos de UTI Covid estavam ocupados durante a divulgação do boletim no início da tarde de ontem. A índice de ocupação no Estado estava em 97,68%.

Segundo apurou o CenárioMT, o decreto estadual continua em vigor, porém depende de uma regulamentação a nível municipal, ou seja, o município precisa emitir um decreto informando quais serão as restrições, pois o decreto que estava em vigor terminou no último domingo, 4.

Segundo presidente da Acilve, Vilson Kirst, comerciantes estão preocupados e procuram informações constantemente sobre o novo decreto. “A ansiedade dos comerciantes de Lucas procurando a Acilve é constante, ontem e hoje, principalmente empresários do comércio noturno, pedem que seja estendido o horário, e nós da Acilve defendemos que tenha um período maior para esses comerciantes, tudo deve ser pensado, de forma equilibrada para que as medidas sejam cumpridas sem prejudicar o comércio” afirmou Kirst.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SEGURANÇA
Davi Paré reassume presidência do Conselho de Segurança de Lucas do Rio Verde
abril 14, 2021
PREMIADOS
Luverdense sorteia TV’s e prêmios em dinheiro a torcedores que compraram camisetas do clube
abril 14, 2021