21.5 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 25 outubro, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDEDefensoria Pública recebe visita da Acilve para conhecer mais sobre os atendimentos...

Defensoria Pública recebe visita da Acilve para conhecer mais sobre os atendimentos realizados às pessoas físicas e jurídicas

O atendimento às pessoas jurídicas como MEI, por exemplo, pode ser potencializado através de parcerias com a Associação Comercial de Lucas do Rio Verde
Por REDAÇÃO CENÁRIOMT

A Acilve, na pessoa de seu presidente, Vilson Kirst, esteve em visita a Defensoria Pública de Lucas do Rio Verde a convite do seu coordenador, Dr. Guilherme Rigon, com o objetivo de conhecer mais sobre as suas atribuições, os critérios de atendimento à pessoa física e jurídica, e como a Acilve pode colaborar com os defensores. Lucas do Rio Verde possui mais de três mil MEI que podem ser atendidos pela defensoria, a visita possibilitou à instituição direcionar os comerciantes e microempresários que necessitem exercer seu direito constitucional de defesa.

Segundo o presidente Vilson Kirst, “a Acilve se sente honrada por ser convidada a conhecer o dia-a-dia da Defensoria Pública e o trabalho que ela faz, são seis defensores públicos em nosso município que realizam um trabalho muito importante! E que a sociedade às vezes não enxerga e nem conhece, mas são fundamentais para aquelas famílias carentes, crianças e adolescentes que precisam. Estaremos sempre apoiando as ações desenvolvidas pela instituição”.

Um dos diferenciais da defensoria pública é a possibilidade de atuarem também em situações de interesse coletivo, como por exemplo, na ocasião em que se buscava oxigênio durante a pandemia, aquisições de insumos podem ser obrigadas ao município pela própria defensoria para defender aqueles que são mais vulneráveis, como os doentes pela COVID-19 e suas famílias.

A Defensoria Pública é responsável por prestar assistência jurídica integral às pessoas que não possam pagar por um advogado, oferecendo de forma gratuita desde a simples orientação jurídica até a promoção e defesa em ações judiciais, individuais ou coletivas, nas mais diversas áreas do direito. A instituição também promove a solução de conflitos de forma extrajudicial, por meio da mediação e conciliação. As exceções são os processos trabalhistas, previdenciários e eleitorais.

Segundo o coordenador da defensoria, Dr. Guilherme Rigon, o volume de atendimentos mensal é significativo, acima de mil, e a defensoria busca nesta relação com a Acilve um canal de comunicação com a sociedade, “já compararam a defensoria com os bombeiros, o que eu achei muito pertinente, pois a nossa função também é apagar incêndios e ajudar seja lá quem for e do melhor modo possível”.

O Dr. Guilherme Rigon é responsável pela 6° Defensoria, onde trabalha a competência judicial e extrajudicial de matérias afeitas a 2° Vara Criminal; Execuções penais e custódias da 2° Vara Criminal. Junto com ele trabalham outros cinco defensores, sendo eles: o Dr. Diogo Madrid Horita, responsável pela 1° Defensoria, cuja área de atuação é na 1° e 3° Varas Cíveis e audiências correspondentes no CEJUSC, Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania. A Dra. Josiane Alves Barros, da 2° Defensoria, responsável pela 2° Vara Cível; Infância e Juventude; Audiências correspondentes no CEJUSC e ações iniciais de feitos gerais. O Dr. Fábio Barbosa é responsável pela 3° Defensoria, que atua na 5° Vara Cível (Juizado Especial Cível e Fazenda Pública); Ações iniciais de saúde; consumidor e sucessões, assim como as ações de Direitos Coletivos. O Dr. Gonçalbert Torres de Paula, responsável pela 4° Defensoria, que atua na 4° e 6° Vara Cível; audiências correspondentes no CEJUSC e ações iniciais de família, e o Dr. Nicolas André Vico Sierra, responsável pela 5° Defensoria, que atua em competência judicial e extrajudicial de matérias afeitas a 1° Vara Criminal, salvo execuções penais; Custódias da 1° Vara Criminal, proteção e defesa da vítima e juizados especiais criminais.

Para a pessoa física receber a assistência jurídica integral e gratuita é preciso comprovar insuficiência de recursos. Ou seja, possuir renda familiar líquida mensal de até três salários mínimos, ou, quando mais de uma pessoa contribui para a renda familiar, até cinco salários mínimos.

A instituição possui um canal de atendimento por whatsapp das 12h às 18h pelo número (65) 99637-2770, atendimento pelo site e plantão em casos de saúde, mandado de segurança, habeas corpus, comunicações de prisões, audiências de custódia, busca e apreensão de pessoas, medida cautelar antecipada e medidas urgentes cíveis e criminais.

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.

Redes sociais

107,342FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,068SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
PRIMEIRA DOSE: Lucas do Rio Verde faz repescagem da vacinação contra a Covid-19 para pessoas com 18 anos completos ou mais
outubro 24, 2021
Lucas do Rio Verde
Atletas de Lucas do Rio Verde conquistam pódios em Campeonato Estadual de BMX
outubro 24, 2021
Lucas do Rio Verde
Mais de 2.100 adolescentes são imunizados contra a Covid-19 em Lucas do Rio Verde
outubro 24, 2021
Lucas do Rio Verde
McDia Feliz em Lucas do Rio Verde arrecada R$ 35 mil para ajudar entidades de tratamento contra o câncer
outubro 24, 2021