Sociedade adere a campanha contra aumento na tarifa de energia em Lucas do Rio Verde

0

Vereador de Lucas do Rio Verde-MT, Airton Callai, que está mobilizando a sociedade para participar do abaixo-assinado contra a cobrança abusiva da tarifa da conta de energia elétrica, que está sendo praticada pela Energisa.

No município há pelo menos 40 comércios como ponto de referência para que a população assine o documento. A intenção do vereador é colher em torno de cinco mil assinaturas e leva-las até a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, para que haja uma resposta por parte da concessionária.

Foto Câmara de Vereadores de Lucas do Rio Verde

“Já estamos com grande apoio da população, do comércio em geral para que possamos ter resposta da Energisa quanto ao aumento abusivo, da péssima prestação de serviços. Nós queremos na verdade explicações, pois a sociedade recebe todo mês a conta na sua casa com aumento de até 60%, às vezes, sem que houvesse alteração na rotina dessa família”, argumento Airton Callai.

De acordo com o vereador, o cidadão vai até o escritório da Energisa (localizado na Avenida São Paulo – bairro Cidade Nova) onde preenche o requerimento para que seja feita uma avaliação em seu medido, porém, “essa avaliação demora tanto, que o cidadão de bem se vê obrigado a pagar a fatura abusiva para não ter sua energia cortada. No Procon já tivemos mais de 100 reclamações quanto a Energisa”, frisou.

No dia 15 de outubro haverá audiência pública na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, onde o tema será amplamente discutido.

“Não adianta as pessoas reclamarem para os vizinhos ou no facebook. Nós temos que fazer nossa parte. Agora chegou a hora do cidadão que está insatisfeito com a conta da energia, que vá em alguns dos pontos de coleta de assinaturas (que podem ser ser encontradas em vários comércios na cidade) e participe do abaixo-assinado”, ressaltou Callai. (Segue alguns dos principais pontos:  Câmara de Vereadores, Câmara de Dirigentes Lojistas e nos supermercados Del Moro, Pasqualotto, Romancini e Sacolão.)

Na tarde desta quarta-feira (09) Airton Callai esteve em audiência com o Deputado Estadual de Lucas do Rio Verde, Silvio Fávero, solicitando que a Assembleia Legislativa faça uma investigação sobre os custos que são discriminados na conta de energia, que são pagos pelos consumidores. Somente de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços) são cobrados 27% do valor consumido. Fávero assinou a CPI da Energia.

“Nós deputados que assinamos a CPI vamos convocar a Energisa para esclarecer esse absurdo que tem com a população, com o comerciante. Dia 15 está todo mundo convocado para a audiência pública nessa Casa de Lei (AL/MT) contra essa empresa que está desrespeitando a população mato-grossense”, disse o Deputado Silvio Fávero.

A dona de casa, Letícia de Oliveira, parabenizou a iniciativa em fazer o abaixo-assinado e fez questão de colocar seu nome no documento.

“É muito importante e já estava passando da hora de alguém ter uma iniciativa como essa. Eles (Energisa) abusam dos valores, pois eu nunca vi uma coisa dessas, onde a gente é tão explorado por esses órgãos que tanto precisamos. Eles abusam da taxas, é absurdo. Ninguêm pode mais usar um ar condicionado, temos que morrer de calor. A conta não abaixa de R$ 500,00 e olha que só tenho coisas básicas”, desabafou a moradora Luverdense.

 

“A população precisa se mobilizar sim. Nós temos que ir para cima, pois está cada dia mais difícil, onde o povo está cada dia mais sendo lesado e temos que aprender a lutar por nossos direitos. Eu creio que através desse manifesto, estamos lutando por nossos direitos e convido a população  a passar nos postos de coleta de assinatura para assinar esse abaixo-assinado”, conclamou a sociedade luverdense, o Pastor Clayton Luis.

 

;
;
;
;
;
;
;
;
;
;

 

População de MT quer CPI para investigar os custo da energia