Yoga pode ser peça fundamental no tratamento de doenças; especialista explica

Fonte:

Francisco Kaiut 1024x768 1

Francisco Kaiut 1024x768 1

O yoga pode ajudar no tratamento de várias doenças e até na reabilitação de cirurgias. Unindo mente e corpo, a prática vem ganhando cada vez mais adeptos.

Para entender como o yoga contribui com o processo de recuperação, reduzindo resultados negativos de cirurgias ou intervenções, pesquisadores do Centro Médico da Universidade Vanderbilt, localizada em Nashville, no Tennesse (EUA), selecionaram um grupo de mulheres adultas com suspeita de câncer ginecológico e com cirurgias agendadas.

Geralmente, quando são diagnosticadas com câncer ginecológico, as mulheres passam por grandes cirurgias abdominais e, como relatado no estudo Viabilidade de uma breve intervenção de Yoga para Melhorar a Dor Aguda e o Desconforto Pós-cirurgia Ginecológica, o manejo da dor nestas pacientes ainda é inadequado.

[Continua depois da Publicidade]

Soma-se a isso o sofrimento psicológico comum que aumenta a percepção da dor.
Os pesquisadores escolheram o yoga como recurso, pois entenderam que a prática reúne elementos-chave para ajudar os pacientes: movimentos, exercícios de respiração e meditação.

As participantes foram convidadas a fazer sessões de 15 minutos de yoga, uma antes e duas depois da cirurgia. De acordo com o professor de yoga, quiroprata e terapeuta natural, Francisco Kaiut, um detalhe importante é que o treinamento envolvia movimentos gentis que podiam ser feitos na cama para evitar qualquer tipo de desconforto.

O estudo apontou que o yoga era viável, pois impactou os resultados cirúrgicos, psicológicos e físicos, auxiliando o paciente a enfrentar melhor o processo, além de, a curto prazo, apresentarem redução na dor e na angústia.

“Assim como no estudo, eu conheço muitos alunos que passaram melhor por todo esse processo porque eles adotaram o autocuidado como terapia intensiva na vida. Quanto mais tempo de prática, melhor será o resultado, mas novos alunos também podem ser beneficiados pelo poder do yoga. A prática ajuda a construir saúde física e mental”, finalizou o especialista.

Dr. Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues, Colunista do Cenário MT é um Pós-doutor e PhD em neurociências eleito membro da Sigma Xi, The Scientific Research Honor Society e Membro da Society for Neuroscience (USA) e da APA - American Philosophical Association, Mestre em Psicologia, Licenciado em Biologia e História; também Tecnólogo em Antropologia com várias formações nacionais e internacionais em Neurociências e Neuropsicologia. É diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito (CPAH), Cientista no Hospital Universitário Martin Dockweiler, Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, Membro ativo da Redilat, membro-sócio da APBE - Associação Portuguesa de Biologia Evolutiva e da SPCE - Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. Membro Mensa, Intertel e Triple Nine Society, sociedades de pessoas com alto QI.