20.7 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 02 julho, 2022
Publicidade
InícioMUNDO'Não tem por que ela não chegar ao Brasil', diz virologista sobre...

‘Não tem por que ela não chegar ao Brasil’, diz virologista sobre a varíola do macaco

Texto por R7

Na última semana, o mundo tem acompanhado um crescimento rápido de casos da varíola símia, ou varíola do macaco, principalmente em países da Europa. Porém, o vírus já se espalhou para os continentes da América do Norte e da Oceania. O número de diagnósticos confirmados e casos suspeitos passa de uma centena.

De acordo com a virologista Camila Malta, pesquisadora do laboratório de Virologia do Laboratório de Investigação Médica do Hospital das Clínicas da FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e do Instituto de Medicina Tropical, nenhum país está livre de ter casos.

“Não tem como prever nada, mas não tem por que ela não chegar ao Brasil. Não dá para saber por qual país da América do Sul ela vai entrar, mas sabemos que tem uma grande conectividade por São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. É possível que venha dos países com casos por essa rota. Mas é só uma suposição”, explica a especialista.

E acrescenta: “A OMS [Organização Mundial de Saúde] chamou uma reunião urgente para definir se é uma situação de emergência. Diante disso, não tem como a gente achar que o Brasil está seguro, nenhum país está seguro.”

O que causa estranheza entre as autoridades sanitárias é que nas outras vezes em que casos de varíola do macaco surgiram fora de países africanos, onde a doença é endêmica (ocorre habitualmente), os surtos eram localizados. Agora, a transmissão está mais rápida e já há casos de propagação comunitária.

“Não tem como prever nada, mas não tem por que ela não chegar ao Brasil. Não dá para saber por qual país da América do Sul ela vai entrar, mas sabemos que tem uma grande conectividade por São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. É possível que venha dos países com casos por essa rota. Mas é só uma suposição”, explica a especialista.

E acrescenta: “A OMS [Organização Mundial de Saúde] chamou uma reunião urgente para definir se é uma situação de emergência. Diante disso, não tem como a gente achar que o Brasil está seguro, nenhum país está seguro.”

O que causa estranheza entre as autoridades sanitárias é que nas outras vezes em que casos de varíola do macaco surgiram fora de países africanos, onde a doença é endêmica (ocorre habitualmente), os surtos eram localizados. Agora, a transmissão está mais rápida e já há casos de propagação comunitária..

Rebeca Moraes
Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.

Publicidade


Publicidade

Lucas do Rio Verde

SAÚDE
Em visita, parlamentar anuncia recursos para o Hospital São Lucas
julho 01, 2022
PROJETO SOCIAL
Famílias prestigiam formatura da 11ª turma do projeto Bombeiros do Futuro em Lucas do Rio Verde
julho 01, 2022
Em Lucas
Bombeiros combatem incêndio em armazém por quatro horas seguidas
julho 01, 2022
Lucas do Rio Verde
Secretaria Municipal de Saúde divulga alerta sobre toxoplasmose no município
julho 01, 2022