19.2 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 14 maio, 2021
InícioMATO GROSSOSinop é destaque no exterior por ser "berço da soja" e ter...

Sinop é destaque no exterior por ser “berço da soja” e ter economia em ascensão

Por CENÁRIOMT

Sinop foi destaque em uma matéria especial do jornal espanhol El País, que trata sobre “O superpoder da soja no Brasil”. A matéria escrita pela jornalista Naiara Galarra Gortázar, circulou na edição deste final de semana e destaca Sinop como um dos principais territórios do setor produtivo de grãos do país. No texto, a jornalista considera a região como “berço do setor da soja”.

O jornal destaca que mesmo com os efeitos negativos da pandemia da Covid-19 nos mais diversos setores da economia do país, o agronegócio foi o único que continuou a crescer.

“Mesmo na difícil conjuntura do coronavírus, o agronegócio brasileiro vive um doce momento. A produção está mais alta do que nunca[…]”, afirma ela.

Ao falar da importância desse setor produtivo para o município e país, Naiara afirma que a “A soja é para o século XXI brasileiro o que o açúcar foi para o século XVII, o ouro para o XVIII e o café para o XIX”, recordando da importância dessas revoluções para os séculos passados.

A jornalista lembrou dos recém pavimentados 175 quilômetros da rodovia federal BR-163, que liga Cuiabá-MT aos portos de Miritituba-PA, e destacou a importância das estradas com infraestrutura para a escoação da produção. “Os 900 quilômetros agora todo asfaltados encurtam de quatro para dois dias o transporte de cargas até o porto. A outra rota envolve 2.500 quilômetros de caminhão até o Sul e 5.000 quilômetros de barco ao longo da costa do Brasil e países vizinhos para então se dirigir ao Canal do Panamá. A economia de tempo e dinheiro é enorme”, comentou.

Diante do destaque em nível internacional, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Klayton Gonçalves, comemora a visão que o exterior tem da cidade e reforça que “o agronegócio é destaque em nossa cidade e mostra a força que temos aqui, com a garra dos nossos produtores. Agora, diante do mundo, temos o nosso galardão e é incrível ver o nome de nossa querida cidade ser apontada como referência, que nós já temos a certeza que ela é, agora em nível mundial”.

O gestor lembra ainda que a economia local foi ainda mais enriquecida com a chegada da indústria de etanol de biocombustível na cidade, a Inpasa. O milho foi valorizado e houve um fomento maior na produção do alimento, uma vez que os grãos produzidos na cidade e região passaram a ser, em grande parte, absorvidos pela empresa para produção de combustível e demais derivados do produto.

Outro fator destacado na reportagem, foi a prosperidade provocada pelas oportunidades da cidade aos que, no passado, investiram a vida neste município.  “A frota de veículos —com quase tantos carros como moradores—, a loja gourmet com delícias importadas e uma sofisticada butique de bolsas que não destoaria na zona opulenta São Paulo dão uma ideia da riqueza”, escreveu.

ESTATÍSTICA LOCAL

Um levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Sinop, somente no ano de 2020, o município teve 3.974 empresas abertas uma crescente de pouco mais de 8% em relação ao ano anterior.

“Somos grandes em outros segmentos, como por exemplo na prestação de serviços. Além disso, fomos apontados como destaque em um estudo nacional como referência no agro e no setor imobiliário”, ressaltou o secretário.

Um balanço de produtividade divulgado pelo Núcleo de Projetos e Desenvolvimento Urbano de Sinop (Prodeurbs), apontou que o mês de março de 2021, foi expressivo com relação ao número de alvarás de construção emitidos e bateu recorde da média histórica dos últimos 20 anos. Foram expedidos 252 alvarás.

“Sabemos do potencial de nossa cidade em vários segmentos e isso teve sua proporção ampliada durante a pandemia, já que, diferente de outras regiões do país e do mundo, Sinop manteve sua economia funcionando. Sempre priorizamos o equilíbrio entre a saúde e a economia e isso elevou o patamar da nossa cidade, que se tornou referência no país no trato com a economia durante tempos difíceis”, comentou.

Sem a realização do recenseamento demográfico há 11 anos, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima que em 2020, Sinop alcançou pouco mais de 146 mil habitantes, uma crescente de quase 30%, considerando o censo realizado em 2010, sem contar a população volante das cidades do entorno, que utilizam o comércio e a prestação de serviços de Sinop.

 


Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

FERIADO MUNICIPAL
Missa na Igreja Matriz celebra Dia da Padroeira de Lucas do Rio Verde
maio 13, 2021
Geral
Rota do Oeste oferece sete vagas para contratação imediata em Lucas do Rio Verde
maio 12, 2021