Sema recebe primeiro repasse para elaboração do Plano Estadual de Resíduos Sólidos

O valor foi de R$ 185 mil de um montante de R$1,88 milhão. A verba é oriunda de convênio firmado com Ministério do Meio Ambiente, tendo como agente financeiro a Caixa Econômica Federal

0

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente recebeu o primeiro repasse para a execução do Plano Estadual de Resíduos Sólidos no valor de R$ 185 mil. A verba é oriunda de convênio firmado com Ministério do Meio Ambiente, tendo como agente financeiro a Caixa Econômica Federal, em um montante de R$1,88 milhão. A quantia foi repassada à Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Universidade Federal de Mato Grosso (Uniselva), pessoa jurídica responsável pela elaboração do Plano.

“Conseguimos  tirar o processo do papel e dar procedimentos para o inicio da elaboração do Plano de Resíduos Sólidos (Pers), que é nosso objetivo final. O início dos repasses foi muito importante para sairmos da inércia”, afirmou Fernando Pires, coordenador de Serviços da Superintendência de Infraestrutura, Mineração, Indústria e Serviço


-Continua depois da publicidade ©-

No mês de junho a Sema recebeu os primeiros produtos que irão nortear a elaboração do Pers. O Plano de Mobilização Social e proposição de metodologia foi entregue pelo Professor Paulo Modesto, coordenador geral do PERS/UFMT, à secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti.

Na ocasião, a gestora classificou a entrega como um avanço para a realização do Plano, que tem grande importância ao estado e elogiou a metodologia de elaboração do documento, de fácil acesso à população, estimulando os segmentos sociais a participarem de forma individual ou coletiva.

O Pers prevê a participação contínua da comunidade em geral e também de grupos específicos, como setor industrial e Associação de Catadores, e neste momento de pandemia da Covid-19 utiliza de meios eletrônicos para garantir o acesso popular. As enquetes são realizadas via celular obedecendo à ordem de isolamento social e acatando medidas de segurança estipuladas pelo Governo de Mato Grosso.

Esta etapa online, que tem a previsão de seis meses, é essencial para o Plano de Mobilização Social e para trabalhos presenciais que serão realizados no futuro, como audiências publicas e discussões com a população para apresentação de produtos.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (21/09/2020)


Amazonia 03 de Junho