21.9 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 12 abril, 2021
InícioMATO GROSSOSEDEC auxilia empresas afetadas pela pandemia no acesso à crédito emergencial

SEDEC auxilia empresas afetadas pela pandemia no acesso à crédito emergencial

Por CENÁRIOMT

A linha de crédito emergencial para empresas afetadas pela pandemia da Covid-19, do Governo do Estado, já pode ser acessada com o suporte do Centro de Atendimento Empresarial (CAE), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Sinop (SEDEC). O valor total, liberado pelo Governo de MT, é de R$55 milhões de reais para os 141 municípios de Mato Grosso. O aporte do Executivo estadual é de R$45 milhões e da Assembleia Legislativa é de R$10 milhões.

O cadastro para o acesso ao crédito, é feito através do sistema direto da agência de Fomento Desenvolve MT e a secretaria auxilia empresários na formatação correta do pedido. “Quem regula esse valor é a Agência de Fomento do Estado e todo o processo de avaliação e liberação é feito por eles”, afirma o servidor do CAE, Jefferson Diniz, ao destacar que “pedimos para que o empresário entre em contato com a SEDEC já com os documentos em mãos, assim facilita o pré-cadastro”.

Segundo Jefferson, a procura pela linha de crédito emergencial está alta, o que tem congestionado o site de cadastro da agência. “Muitas pessoas estão buscando ter acesso ao crédito emergencial e estamos com dificuldades em acessar o site nesse momento, mas continuamos com os atendimentos e ajudando o empresário com as documentações e orientações sobre o crédito”, pontua.

O programa emergencial do Estado vai disponibilizar o limite de até R$10 mil reais para o Micro Empreendedor Individual (MEI). Já para empresas do setor de bares, restaurantes e eventos o limite pode chegar até R$50 mil reais por CNPJ. As Micro e Pequenas Empresas podem buscar empréstimos de até R$700 mil para investimentos e capital de giro e de R$50mil somente para capital de giro.

Para o empresário do segmento alimentício, Cristian Rodrigues Vitoriano, a linha de crédito será uma maneira de manter a esperança no negócio nesse tempo de crise. “Nós aguentamos até o limite onde dava, reduzimos despesas fixas e variáveis, mas a reserva que a gente tinha foi embora”, lamenta o empresário dono de uma padaria, ao destacar que “a empresa vende em um dia para fazer as compras da produção do dia seguinte”.

Segundo Cristian, a empresa utilizou todo o capital de giro e a reserva, para conseguir manter os funcionários e as portas abertas. No início da pandemia a padaria contava com 12 colaboradores, mas esse número precisou ser reduzido para oito. “Infelizmente foram quatro pais de família que perderam seus empregos, mas eu tenho fé em Deus de que nós vamos conseguir retomar o nosso faturamento para contratar novamente esses funcionários”.

Os empresários interessados devem comparecer à sede da secretaria munidos de documentos pessoais para facilitar o pré-cadastro. Confira a lista de documento necessários para agilizar o pré-cadastro para o processo de crédito:
– Comprovante de Endereço Comercial em nome da empresa (emitido nos últimos 3 meses e em nome do interessado em crédito).
– Da Pessoa Jurídica, os documentos de constituição (contrato social ou similar)
– Dos Sócios, RG, Comprovante de Endereço e de Estado Civil e documentos do cônjuge, se casado.
– Comprovante do faturamento (detalhada dos últimos 12 meses de atividade).


Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

MAIS DENÚNCIAS
Relatório mostra aumento de denúncias relacionadas a covid-19, diz Guarda Municipal
abril 12, 2021
PODER LEGISLATIVO
Lucas do Rio Verde: Indicação sobre titular na Secretaria de Cultura gera impasse na Câmara
abril 12, 2021