11.4 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 19 maio, 2022
Publicidade
InícioCENÁRIO POLÍTICOGOV-MTProjeto Renascer emprega 51 reeducandos em atividades laborais

Projeto Renascer emprega 51 reeducandos em atividades laborais

Projeto Renascer emprega 51 reeducandos em atividades laborais
REDAÇÃO CENÁRIOMT

Desenvolvido no Centro de Ressocialização de Sorriso, o Projeto Renascer emprega atualmente 51 reeducandos em diversas atividades laborais, entre elas a marcenaria, onde são produzidas, em média, 40 peças de móveis rústicos ao mês.

Na marcenaria, que foi ampliada no último ano, 30 reeducandos trabalham na fabricação de móveis, brinquedos e objetos para jardins. A matéria-prima para a produção vem de doações de instituições e de outros parceiros do município.

“O que arrecadamos na venda dos móveis e objetos vai uma parte para os reeducandos e outra para a compra de insumos. Com isso, ofertamos um trabalho aos reeducandos que podem se qualificar e ter uma atividade profissional quando saírem daqui”, explica o diretor da unidade prisional, Enilson Castro.

Quem deseja adquirir os móveis pode procurar a unidade prisional, localizada na Rua São Cristóvão, bairro Jardim Califórnia. A marcenaria também trabalha com móveis sob encomenda.

Capacitação profissional

No ano passado, por meio de parcerias com instituições do município, o Centro de Ressocialização ofertou seis cursos de qualificação aos recuperandos. Em média, 15 participaram de cada curso: Confecção de bonecas de pano; reaproveitamento de madeira; revestimento em cerâmica; pintura predial; libras e classificação de grãos que foram ofertados pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) prisional, Prefeitura de Sorriso, Senar e Senai-MT.

O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, destaca a importância dos cursos de qualificação no processo de ressocialização. “Com um curso que o qualifica em uma atividade, o reeducando tem melhores chances de conseguir um emprego remunerado quando sai da unidade prisional, o que possibilita sua reinserção ao meio social”.

A qualificação dos reeducandos também se reverte na manutenção da unidade prisional. Reparos e manutenções nas instalações prediais, elétrica e hidráulica são feitos por eles, desonerando os custos para o poder público.

“Proporcionando qualificação damos oportunidade para que o reeducando se ocupe enquanto está aqui dentro e possibilitamos que ele adquira uma formação que poderá ser aproveitada dignamente quando sair daqui. E a parceria das instituições, que ofertam todos os cursos e materiais, é fundamental para conseguirmos essas qualificações”, observa Castro.

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!

Publicidade


Publicidade

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Trânsito inicia intervenções em travessias de escolas em Lucas do Rio Verde
maio 18, 2022
Lucas do Rio Verde
Saúde alerta baixa procura na vacinação contra gripe e sarampo por parte dos grupos prioritários
maio 18, 2022
Lucas do Rio Verde
Programa Criança Feliz de Lucas do Rio Verde leva alegria para famílias no mês das mães
maio 18, 2022
Lucas do Rio Verde
Atletas luverdenses integram equipe campeã em torneio nacional de vôlei
maio 18, 2022