Marido dá tiro na boca de grávida durante discussão em Mato Grosso

Fonte: REPÓRTERMT

1 435

Uma discussão entre marido e mulher acabou em agressão e tiros, na madrugada de domingo (14), em um garimpo, em Aripuanã (1.002 km da Capital). O homem deu um disparo que acertou a boca da esposa, que está grávida.

A Polícia Judiciária Civil (PJC) informou que, conforme o depoimento da vítima, foi uma discussão sem motivo, iniciada pelo marido, que tentou matá-la. A mulher estava sentada na cama, momento em que o criminoso se aproximou e atirou em direção da sua cabeça, ela colocou a mão para se proteger e a bala acabou atingindo boca e ombro.

Mesmo machucada e sangrando, o marido queria terminar o que havia começado e a vítima clamou em nome dos filhos pequenos que tem e o que está em sua barriga.

Diante disso, o marido deixou a mulher no Hospital Municipal de Aripuanã e fugiu. Na unidade de saúde, a vítima informou que tinha sido agredida pelo companheiro, que é conhecido na região como Goiano.

[Continua depois da Publicidade]

Em depoimento aos policiais, a mulher explicou que Goiano tem um histórico de crime, da sua vida pregressa em Goiás e que já cometeu vários homicídios.

Policiais militares realizaram rondas, mas o agressor não foi encontrado.

O caso passa a ser investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

Denuncie 

A Secretaria Nacional de Políticas oferta, desde 2005, a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, no disque 180, para denúncias de violência contra mulher amparadas na Lei Maria da Penha.

É um serviço de utilidade pública, gratuito e confidencial (preserva o anonimato). O Ligue 180 tem como objetivo receber as queixas, orientar as vítimas, acionar a Segurança Pública e, se necessário, as encaminhar para outros serviços.