Simulação de resgate em acidente de trânsito impacta estudantes de escolas públicas

Ação realizada na Avenida Mato Grosso ontem à tarde faz parte da programação de Conscientização no Maio Amarelo em Lucas do Rio Verde

Fonte: CenárioMT

simulacao resgate 9

Estudantes das escolas Olavo Bilac e Dom Bosco acompanharam ontem à tarde uma simulação de resgate em acidente de trânsito em Lucas do Rio Verde. A ação faz parte das atividades alusivas ao Maio Amarelo. O evento reuniu militares do Corpo de Bombeiros e agentes da Guarda Civil Municipal, além de contar com a participação de atores que encenaram papeis importante para simular o resgate feito por militares da 13ª CIBM.

A simulação teve como objetivo conscientizar os jovens sobre a importância de adotar comportamentos seguros no trânsito desde cedo. Por meio de uma encenação realista de um acidente envolvendo uma moto e uma caminhonete, os alunos puderam vivenciar de perto os procedimentos de resgate e atendimento às vítimas.

Durante a simulação, os alunos puderam acompanhar de perto o trabalho conjunto das equipes de resgate, compreendendo a importância da integração entre os órgãos de segurança para garantir um atendimento rápido e eficiente em casos de acidentes. Muitos registraram em vídeos e fotos o trabalho dos integrantes das duas instituições de segurança. Todos têm papel fundamental para evitar o agravamento de lesões provocadas em acidentes.

Geralmente os primeiros a chegarem ao local, os agentes da Guarda Civil Municipal atuam na identificação da cena, acionando os militares do Corpo de Bombeiros. Como na simulação eram duas vítimas, a motorista de uma camioneta e um motociclista, foi necessário o deslocamento de três unidades de resgate. Depois de alguns minutos, o tempo real entre a saída do quartel, no bairro Tessele Junior, até o local do ‘acidente’, próximo à rotatória da Rosa Mística, as guarnições chegaram e em pouco conseguiram estabilizar as ‘vítimas’, encaminhando-as para atendimento médico.

[Continua depois da Publicidade]

Os alunos ficaram impactados com o trabalho desenvolvido no atendimento à ocorrência. “É importante pra conscientizar, pra que possamos aprender e não cometer o mesmo erro”, disse Fabrício Vitorazi, estudante do 9º ano da Escola Olavo Bilac. “Eu tenho alguns parentes que já sofreram acidente”, emendou.

A estudante Stephanie Ferreira, também estudante do 9º ano da Escola Olavo Bilac, considerou importante a simulação para conscientização dos jovens. “Eu acho muito importante desde o fundamental você aprender sobre o trânsito pra que não ocorram acidentes e, caso aconteça, você saiba lidar com a situação, não fazer algo que prejudique a pessoa”, observou.

A professora Marta Brizola, que dá aulas nas Escolas Olavo Bilac e Dom Bosco, destacou que a consciência no trânsito é fundamental e é pode fazer a diferença entre a vida e a morte. “Nós precisamos conscientizar nossas crianças sobre como se comunicar, se portar, comandar no trânsito. É muito importante a consciência tem que ser desde a educação infantil, os nossos pequenininhos saibam como que devem atravessar a rua com cuidado. Na passarela todo o cuidado é pouco se tratando das nossas crianças. Nós precisamos de ações como essas, as escolas têm mais é que apoiar”.

Maio Amarelo

O Secretário de Segurança e Trânsito, Marcos Cunha, reforçou o compromisso da Prefeitura de Lucas do Rio Verde em promover ações educativas e preventivas no trânsito, visando à segurança e bem-estar da população. Ele ressaltou que o Maio Amarelo é uma oportunidade para intensificar essas iniciativas e conscientizar os cidadãos sobre a importância de respeitar as normas de trânsito.

“O objetivo é educar pra evitar o acidente, conscientizar nossos adolescentes, as nossas crianças. No transcorrer do mês de maio nós estamos fazendo várias atividades voltadas para o trânsito tanto nas escolas, como na entrega de panfletos, na divulgação para que a população realmente se conscientize com relação ao trânsito”.

Capitão Bertolazzo, comandante do Corpo de Bombeiros, destacou a relevância da conscientização no trânsito, ressaltando que cerca de 85% das ocorrências atendidas pela corporação estão relacionadas a acidentes viários. Ele enfatizou a importância da integração entre as forças de segurança, incluindo a Polícia Militar e a Polícia Civil, para garantir um atendimento eficaz e reduzir os índices de acidentes.

“Acidente de trânsito é algo que é muito corriqueiro pra nós, infelizmente. E a gente precisa contar com o apoio de todos. A conscientização no trânsito é necessária para que a gente consiga melhorar esses números, reduzir esses índices”, acentuou.

A integração das forças de segurança no município é um fator que podem auxiliar no atendimento às demandas. Comandante da Guarda Civil Municipal, tenente Jota Lima explica que as instituições têm desenvolvido seus planejamentos no intuito de melhorar a qualidade do trânsito de Lucas do Rio Verde.

“Quando a gente reúne todas as instituições nós conseguimos um trabalho de excelência. E é isso que nós procuramos fazer aqui em Lucas do Rio Verde. Agora, no Maio Amarelo, nós estamos fazendo esse trabalho principalmente os alunos das escolas. Temos aqui praticamente 540 alunos das duas escolas Olavo Bilac e Dom Bosco acompanhando essa simulação que é o mais próximo da realidade de um acidente”, destacou Lima, lembrando ainda do apoio da 49ª Ciretran.

Preocupada

Uma mulher, que reside no bairro Rio Verde, passava pelo local e ficou preocupada com a cena que encontrou na Avenida Mato Grosso. Após tomar ciência de que era uma simulação, ela ficou mais tranquila. A moradora observou que a cena que assistiu era muito real, dado o empenho das equipes em demonstrar um pouco do trabalho feito em resgate a vítimas de acidente.

É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.